Determinantes da Demanda por Previdência Privada no Brasil: o Papel do Ensino Superior, da Renda e da Localização

Autores

  • Aline Silva Agapito Universidade Federal da Bahia
  • Diana Lúcia Gonzaga da Silva Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v35n1a2020-50766

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar como a renda, o nível superior de escolaridade e a localização afetam a decisão de investir em previdência privada. A transição demográfica do Brasil tem elevado o número de idosos e reduzido o número de nascimentos. A EC 103 (2019) surge, então, para reestruturar o Sistema Previdenciário, e a previdência privada assume destaque. Este estudo estima a demanda por previdência privada com um modelo logit, usando os microdados da PNAD (IBGE) de 2012 e 2015. Os resultados indicam que a renda e o nível superior aumentaram a probabilidade de contribuição em 14% e 224%, respectivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-29

Como Citar

SILVA AGAPITO, A.; GONZAGA DA SILVA, D. L. Determinantes da Demanda por Previdência Privada no Brasil: o Papel do Ensino Superior, da Renda e da Localização. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 35, n. 1, 2020. DOI: 10.14393/REE-v35n1a2020-50766. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/50766. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos