A Relevância da Obra de Simon Kuznets para o Debate sobre Distribuição de Renda desde o Pós-Segunda Guerra

Autores

  • Fernando Augusto Mansor de Mattos Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n1a2021-50512

Resumo

O objetivo do artigo é tomar como referência a obra de Simon Kuznets para descrever aspectos importantes do debate sobre desigualdade econômica e distribuição de renda nos países desenvolvidos desde 1945. A primeira seção, baseada em Kuznets (1955), expõe seu modelo com simulações dos efeitos de mudanças de estrutura produtiva e de emprego sobre o perfil distributivo. A segunda apresenta o debate sobre distribuição de renda após 1980, quando ocorre a “reversão” da Curva de Kuznets. Na terceira, destaca-se o “debate do 1% mais rico”, que incorpora aspectos políticos para compreender a recente expansão da desigualdade nas economias desenvolvidas no século XXI. As conclusões apontam a relevância e atualidade de sua obra para o debate sobre distribuição de renda e desigualdade econômica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

MANSOR DE MATTOS, F. A. . A Relevância da Obra de Simon Kuznets para o Debate sobre Distribuição de Renda desde o Pós-Segunda Guerra. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 36, n. 1, 2020. DOI: 10.14393/REE-v36n1a2021-50512. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/50512. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos