Determinantes da Probabilidade de Subnotificação de Crimes Contra o Patrimônio no Brasil

Autores

  • Adrielle Cléssia Martins Universidade Federal de Viçosa
  • Evandro Camargos Teixeira Universidade Federal de Viçosa
  • Gercione Dionizio Silva Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n2a2021-49912

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar os determinantes da probabilidade de subnotificação de crimes contra o patrimônio no Brasil. Para isso, modelou-se o processo de decisão da vítima em registrar ou não a vitimização à polícia, fundamentando-se na hipótese de racionalidade econômica através das informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2009. Para alcançar tal objetivo, foram estimados dois modelos Probit, um para furtos e outro para roubos, encontrando-se evidências de que algumas características socioeconômicas e demográficas da vítima, tais como idade, escolaridade, renda e região de residência determinam sua decisão de registrar ou não o crime.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

CLÉSSIA MARTINS, A. .; CAMARGOS TEIXEIRA, E.; DIONIZIO SILVA, G. Determinantes da Probabilidade de Subnotificação de Crimes Contra o Patrimônio no Brasil. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 36, n. 2, 2021. DOI: 10.14393/REE-v36n2a2021-49912. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/49912. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos