Mais-Valia ou Mais-Valor?

Autores

  • Adriano Lopes Almeida Teixeira Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v34n2a2020-45288

Resumo

O presente artigo busca analisar as razões e as eventuais consequências de um movimento em curso na literatura econômica marxista no Brasil que é a troca da expressão mais-valia por mais-valor. Partindo da discussão feita por Mário Duayer sobre o caráter ontológico da crítica de Marx, argumenta-se que a expressão mais-valia é mais funcional e adequada para as diversas interpretações da obra de Marx. Mais do que uma análise da semântica envolvida na troca dos termos, o que se pretende é iluminar o caráter ontológico da crítica de Marx na teoria da mais-valia, trazendo a lume a impertinência e inadequação da substituição, a essa altura do debate, da expressão mais-valia por mais-valor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-29

Como Citar

TEIXEIRA, A. L. A. Mais-Valia ou Mais-Valor?. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 34, n. 2, 2020. DOI: 10.14393/REE-v34n2a2020-45288. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/45288. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos