Padrão de especialização e competitividade internacional dos BRICS: 1985-2012

Autores

  • Ricardo Schmidt Filho UFCG
  • Bianca Guaracy Carvalho da Cruz Lima UFCG

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v28n2a2014-3

Resumo

Este trabalho procurou analisar o padrão de especialização e competitividade das exportações dos BRICS durante o período 1985-2012. A análise foi feita sob a perspectiva schumpeteriana, relacionada ao grau de tecnologia e sob a perspectiva keynesiana, de acordo com o perfil da demanda. Foram utilizadas as taxonomias de Pavitt (1984) e Lall e Albaladejo (2001) e a matriz de competitividade criada pela CEPAL. Os resultados mostram que o BRICS é muito heterogêneo quanto ao perfil de inserção internacional, qualitativamente e quantitativamente, com exceção da China, em se tratando do padrão produtivo, ainda não podem ser comparados às potencias mundiais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Schmidt Filho, UFCG

Professor Doutor do departamento de Economia da UFCG.

Bianca Guaracy Carvalho da Cruz Lima, UFCG

Graduanda em economia na UFCG.

Downloads

Publicado

2014-11-13

Edição

Seção

Artigos