COVARIÂNCIA CRUZADA EXPERIMENTAL APLICADA EM SÉRIES TEMPORAIS DE ECONOMIA E FINANÇAS

Autores

  • João Bosco Marques Petrobras UNICAMP

Resumo

O objetivo deste artigo é mostrar a aplicação da covariância cruzada e do vario-grama cruzado experimentais, conforme definidos na Geoestatística, para séries tempo-rais de ativos financeiros e de variáveis econômicas. As amostras utilizadas são os preços de fechamento de alguns ativos da BM&FBOVESPA, considerando os retornos, e os índices econômicos são de instituições governamentais reportados por suas variações. Nos exemplos indicados, foram considerados a priori, que as variáveis têm médias estacionárias em suas respectivas frequência de amostragem. Os gráficos gerados com a função da covariância cruzada experimental são acompanhados e analisados com gráficos de regressão linear e com histogramas. Os resultados podem ser utilizados de forma qualitativa, por exemplo, na determinação do índice de risco de títulos em modelos de precificação de ativos financeiros, como o CAPM e seus derivados. A conclusão indica também que o tempo de defasagem determinado pela aplicação da variografia cruzada pode ser utilizado em estratégias de compra e venda de títulos financeiros, análises de correlação entre variáveis econômicas e outras aplicações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Bosco Marques, Petrobras UNICAMP

Engenheiro Mecânico pela UFC Engenheiro de Petróleo Pleno (Petrobras) Mestre em Engenharia de Petróleo pela UNCAMP. Atualmente em curso de doutorado pela UNICAMP em Avaliação de Projeto de E&P.

Downloads

Publicado

2013-10-15

Como Citar

MARQUES, J. B. COVARIÂNCIA CRUZADA EXPERIMENTAL APLICADA EM SÉRIES TEMPORAIS DE ECONOMIA E FINANÇAS. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 27, n. 1, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/14436. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos