O projeto de extensão "Histórias e memórias sobre educação" e o princípio da indissociablidade entre ensino, pesquisa e extensão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v21n12022-64873

Palavras-chave:

Extensão Universitária, História da Educação, Princípio da Indissociabilidade

Resumo

Com a pandemia de Covid-19, as ações desenvolvidas presencialmente nas universidades, incluindo os diversos projetos de extensão de uma Universidade pública no Estado do Paraná, precisaram ser ajustadas à nova realidade de atividades realizadas de forma remota. Um dos projetos que se adaptaram ao novo formato foi o projeto de extensão Histórias e Memórias sobre Educação. Este artigo traz um relato de experiência sobre a participação no referido projeto no decorrer do ano de 2021, e as ações desenvolvidas no mesmo, como por exemplo, a realização de cursos de extensão com discentes da graduação, pós-graduação stricto senso, docentes e público externo à Universidade, como também o processo de elaboração e escrita de um boletim eletrônico de divulgação científica, e o contato com as atividades desenvolvidas no Centro de Documentação e Pesquisa em História da Educação, como forma de contemplar o princípio da Indissociablidade entre ensino-pesquisa-extensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Wilson de Lima, Universidade Federal do Paraná

Mestrando em Educação na Universidade Federal do Paraná, Brasil; bolsista voluntário do projeto de extensão "Histórias e memórias sobre educação".

Nadia Gaiofatto Gonçalves, Universidade Federal do Paraná

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo, Brasil; estágio pós-doutoral na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil; professora associada da Universidade Federal do Paraná, Brasil;  coordenadora do Centro de Documentação e Pesquisa em História da Educação (CDPHE) e dos Projetos de Extensão "Memórias e histórias sobre educação" e "Ensino de História: diálogos e possibilidades"; vice-líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em História da Formação e das Práticas Educativas (NUHFOPE/UFPR). 

Andréa Bezerra Cordeiro, Universidade Federal do Paraná

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná, Brasil, com período sanduíche na Universidad de la Republica, Uruguay; professora adjunta na Universidade Federal do Paraná, Brasil; membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Infância e Educação Infantil (NEPIE/UFPR); vice-coordenadora do projeto de extensão "Memórias e histórias sobre educação". 

Bruno Augusto Pedroso de Souza, Universidade Federal do Paraná

Graduando em História na Universidade Federal do Paraná, Brasil; bolsista da Fundação Araucária PIBIS/SIPAD).

Referências

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de dezembro de1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm . Acesso em: 03 out. 2021.

DALCIN, Larissa; AUGUSTI, Rudinei Barichello. O princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão como paradigma de uma universidade socialmente referenciada. Revista ELO – Diálogos em Extensão, UFV, v. 5, n. 3, dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/elo/article/view/1168/623 . Acesso em: 31 out 2021.

FORPROEX. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão e a flexibilização curricular: uma visão da extensão. Porto Alegre: UFRGS; Brasília: MEC/SESu,2006. Disponível em: https://www.uemg.br/downloads/indissociabilidade_ensino_pesquisa_extensao.pdf . Acesso em: 22 out. 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra, 25ª edição, 2002.

GONÇALVES, Nadia Gaiofatto. Princípio da Indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão: desafios e possibilidades. In.: GONÇALVES, N. G.; QUIMELLI, G. A. S. (ORGS). Princípios da Extensão Universitária: contribuições para uma discussão necessária. Curitiba: Editora CRV, 2016.

MOITA, Filomena Maria Gonçalves da Silva Cordeiro; ANDRADE, Fernando Cézar Bezerra de. Ensino-pesquisa-extensão: um exercício de indissociabilidade na pós-graduação. Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 41, ago 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/gmGjD689HxfJhy5bgykz6qr/?lang=pt . Acesso em: 01 nov. 2021.

NOGUEIRA, Maria D. P. (Org). Extensão Universitária: diretrizes conceituais e políticas. Belo Horizonte: PROEX/UFMG, 2000.

REIMER, Marilene; ZAGONEL, Rosa M. A indissociabilidade consciente: uma reflexão sobre o cotidiano da docência. Extensão em Foco, Curitiba: Editora da UFPR, n. 9, jan/jul 2014, p. 50-60. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/extensao/article/view/38916 . Acesso em: 01 nov. 2021.

TAUCHEN, Gionara; FÁVERO, Altair. O princípio da indissociabilidade universitária: dificuldades e possibilidades de articulação. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 17, n. 33, p. 403-419, maio/ago 2011. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/3818/3491 . Acesso em: 05 nov. 2021.

Obs: duas referências, que identificam autores do texto, serão inseridas na versão final do texto

Downloads

Publicado

2022-06-27

Como Citar

LIMA, C. W. de; GONÇALVES, N. G.; CORDEIRO, A. B.; SOUZA, B. A. P. de. O projeto de extensão "Histórias e memórias sobre educação" e o princípio da indissociablidade entre ensino, pesquisa e extensão. Revista Em Extensão, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 144–156, 2022. DOI: 10.14393/REE-v21n12022-64873. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/64873. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência