Estratégia intersetorial de educação no trânsito

relato de experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v20n12021-54120

Palavras-chave:

Relações Comunidade-Instituição, Acidentes de Trânsito, Educação

Resumo

O projeto de extensão e cultura aqui relatado foi desenvolvido com a comunidade de um município do sudoeste goiano. O objetivo foi oferecer um espaço para reflexão da sociedade, voltado à prevenção e redução dos acidentes de trânsito terrestres, com ênfase na proteção da vida. Ocorreu em três edições, nos anos de 2014, 2015 e 2016, intitulado Seminário sobre Prevenção de Acidentes de Trânsito – SEPATRAN. Constituiu-se na realização de seminários aberto à participação de toda sociedade. Utilizou-se, como metodologia, palestras educativas e oficinas, tema livre para questionamento e troca de ideias. Premiações foram utilizadas como forma de incentivo ao feedback da comunidade para as temáticas desenvolvidas. Foi disponibilizado espaço para reflexão da sociedade voltado à prevenção e à redução dos acidentes de trânsito terrestres, assim favoreceu a inserção dessa temática no cotidiano da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lázaro Alves Cabral, Secretaria Estadual de Educação de Goiás

Graduação em Biologia pela Universidade Estadual de Goiás, Brasil; professor da rede estadual de educação de  Goiás, Brasil.

Reila Campos Guimarães de Araújo, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Goiás, Brasil; professora assistente da Universidade Federal Jataí, Goiás, Brasil.

Guilherme Silva Mendonça, Universidade Federal de Uberlândia

Doutorando em Ciências da Saúde na Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil; enfermeiro do Hospital Odontológico da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Bruno Bordin Pelazza, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil; estágio pós-doutoral na Associação de Estudos e Pesquisas aos Portadores de Alzheimer, Paraná, Brasil; professor da Universidade Estadual do Centro-Oeste, Paraná, Brasil.

Cacia Regia de Paula, Universidade Federal de Jataí

Doutoranda em Enfermagem na Universidade Federal de Goiás, Brasil; professora assistente da Universidade Federal de Jataí, Goiás, Brasil.

Referências

AMBEV. Retrato de segurança viária 2017. Disponível em: https://www.ambev.com.br/conteudo/uploads/2017. Acesso em: 10 maio 2020.

CONSELHO ESTADUAL DE DIMINUIÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO. Todos por um trânsito mais seguro. In: FÓRUM PAULISTA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO E TRANSPORTE, 1., 2011, São Paulo.

DOMINGUES, D. M.; JORDÃO, M. E.; CASTILHO, M. A. DE. Conhecimento, aprendizagem e socialização da extensão no contexto do laboratório de história da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Em Extensão, v. 18, n. 1, p. 187-195, 2019. Doi: 10.14393/REE-v18n12019-46253. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/46253. Acesso em: 15 maio 2020.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Brasil em síntese. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/br. Acesso em: 10 mar. 2020.

JOMAR, R. T. et al. Educação em saúde no trânsito. Esc Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 186-189, mar. 2011. Doi: 10.1590/S1414-81452011000100026 . Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/ZxgrF936nfjgjnJYNxryJzH/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 maio 2020.

LIMA, M. V. F. et al. Perfil dos atendimentos por causas externas em público. Rev Rene, Fortaleza, v. 13, n. 1, p. 36-43, 2012. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3240/324027980006.pdf. Acesso em: 18 abr. 2020.

NASCIMENTO, M. V. F. et al. Agravos automobilísticos envolvendo homens adultos atendidos por serviço de atendimento móvel de urgência. Rev. Enf., UFPE Online, Recife, v. 10, n. 12, p. 4.466-4.473, 2016. Doi: 10.5205/1981-8963-v10i12a11511p4466-4473-2016. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11511. Acesso em: 15 maio 2020.

OBSERVATÓRIO DE MOBILIDADE DE SAÚDE HUMANA. Morbimortalidade por acidentes de trânsito em Goiás. 2016. Disponível em: https://www.saude.go.gov.br/images/imagens_migradas/upload/arquivos/2016-11/boletim-epidemiologico-de-att-em-pdf3.pdf.

PAIVA, L. et al. Estado de saúde e retorno ao trabalho após os acidentes de trânsito. Rev. Bras. Enferm. [online], v. 69, n. 3, p. 443-450, maio-jun. 2016. Doi: 10.1590/0034-7167.2016690305i. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/jFvM9s7h6PT678bfQxk7t8F/?lang=pt&format=pdf. Acesso em 17 abr. 2020.

RODRIGUES, A. L. L. et al. Contribuições da extensão universitária na sociedade. Cadernos de Graduação: Ciências Humanas e Sociais, Aracaju, v. 1, n. 2, p. 141-148, 2013. Disponível em https://periodicos.set.edu.br/index.php/cadernohumanas/article/view/494. Acesso em: 10 maio 2020.

SILVA, M. B. C. A extensão universitária no ensino superior e a sociedade. Mal-Estar e Sociedade, Barbacena, Ano 4, n. 7, p. 119-133, jul.-dez. 2011. Disponível em: https://revista.uemg.br/index.php/gtic-malestar/article/view/60. Acesso em: 15 maio 2020.

SILVA, S. E. D. et al. A educação em saúde como uma estratégia para Enfermagem na prevenção do alcoolismo. Esc Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 11, n. 4, p. 699-705, dez. 2007. Doi: 10.1590/S1414-81452007000400023. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/ZvzfxMDJ5DqTwTybfLs8xMh/abstract/?lang=pt. Acesso em: 17 maio. 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Global status report on road safety 2015. Geneva: WHO, 2015. Disponível em: http://www.who.int/violence_injury_prevention/road_safety_status/2015/Summary_GSRRS2015_POR.pdf?ua=1. Acesso em: 16 abr. 2020.

Downloads

Publicado

30-06-2021

Como Citar

CABRAL, L. A. .; ARAÚJO, R. C. G. de .; MENDONÇA, G. S.; PELAZZA, B. B. .; PAULA, C. R. de . Estratégia intersetorial de educação no trânsito: relato de experiência. Revista Em Extensão, Uberlândia, v. 20, n. 1, p. 137–146, 2021. DOI: 10.14393/REE-v20n12021-54120. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/54120. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Relatos de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)