Para além da reciclagem

uma proposta extensionista em busca da abordagem crítica da educação ambiental

Autores

  • Rosa Betânia Rodrigues de Castro Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Francielle Amâncio Pereira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v15n22016_rel03

Palavras-chave:

Educação ambiental crítica, Reciclagem, Resíduos sólidos, Educação Básica

Resumo

O presente texto visa relatar uma experiência extensionista orientada pelo desejo de desenvolver a educação ambiental sob uma perspectiva crítica. A proposta foi desenvolvida na Escola Municipal Machado de Assis, Ituiutaba, Minas Gerais, envolvendo 60 alunos de duas turmas do 9º ano do ensino fundamental, por meio de debates, rodas de conversa, visitas orientadas, exibição de vídeos e oficinas de produção. As ações  despertaram inquietações nos estudantes, primeiramente por desenvolver dimensões ou variáveis pouco difundidas em educação ambiental (social, cultural, econômica, tecnológica, ambiental e de saúde pública), as quais contribuíram para a compreensão da reciclagem como atividade que envolve a exploração do ambiente, principalmente pelo gasto energético desta atividade e eliminação de rejeitos. Por fim, evidenciou também que a solução dos problemas ambientais requer não apenas a preservação do meio natural, mas, inclusive, o cuidado com o próprio ser humano, tão subjugado no processo de exploração capitalista. Dentre os desafios identificados, destaca-se a conquista de parceria com professores de diferentes disciplinas e a necessidade de um trabalho permanente, que perpasse todo o currículo escolar ao longo do ano letivo, além da formação inicial e continuada de professores como caminho para que temáticas como essa tomem assento no currículo escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Betânia Rodrigues de Castro, Universidade do Estado de Minas Gerais

Mestra em Microbiologia Agropecuária pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo;
professora da rede municipal de ensino de Ituiutaba e no Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba, Minas Gerais

Francielle Amâncio Pereira, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, professora adjunta I da Faculdade
de Ciências Integradas do Pontal, Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais.

Referências

BAGNOLO, C. M. Educação ambiental: a teoria, a prática e a universidade. Ciências em Foco, Campinas, v. 1, n. 3, 2010. Disponível em: <http://ojs.fe.unicamp.br/ged/cef/article/view /4488/3533>. Acesso em: 21 jul. 2016.

BRASIL. Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2010. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/ lei/ l12305.htm>. Acesso em: 14 nov. 2016.

BRASIL. Adote você também a política dos três

OS FILHOS do Paraíso. Direção: Majid Majidi. Irã. 1998. DVD (88 min.), son., color., legendado.

GARVIL, C. Programa Ituiutaba Recicla. 2013. Disponível em: http://www.saneamentobasico.com.br/portal/wp-content/ uploads/2013/02/programa-ituiutaba-recicla.pdf>. Acesso em: 11 ago. 2016.

GUIMAR

HABIB. M. Ambiente e sociedade na agenda da educação. Ciências em Foco, Campinas, v. 1, n. 3, p. 1-8. 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 jun. 2013.

A HIST

LOUREIRO, C. B. F. et al. Conteúdos, gestão e percepção da educação ambiental nas escolas. In: TRAJBER, R.; MENDON

PENTEADO, H. D. Meio ambiente e formação de professores. São Paulo: Cortez, 2010. (Coleção Questões da Nossa

PEREIRA, F. A. A integração curricular da educação ambiental na formação inicial de professores: tecendo fios e revelando desafios da pesquisa acadêmica brasileira. 2014. 427f. Tese (Doutorado)

SAUV

TONSO, S. A educação ambiental que desejamos desde um olhar para nós mesmos. Ciências em Foco, Campinas, v. 1, n. 3, p. 1-8. 2010. Disponível em: <http://www.fae.unicamp.br/formar1/ pag_revista. htm>. Acesso em: 11 jun. 2013.

Downloads

Publicado

2017-02-23

Como Citar

RODRIGUES DE CASTRO, R. B.; PEREIRA, F. A. Para além da reciclagem: uma proposta extensionista em busca da abordagem crítica da educação ambiental . Revista Em Extensão, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 109–125, 2017. DOI: 10.14393/REE-v15n22016_rel03. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/36064. Acesso em: 19 maio. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência