Sertões: histórias e memórias da educação e da cultura do povo sertanejo

Conteúdo do artigo principal

Jailson Costa da Silva
https://orcid.org/0000-0001-5078-3603
Marinaide Lima de Queiroz Freitas
https://orcid.org/0000-0003-3659-4165

Resumo

Este texto retrata pesquisas realizadas no período de 2011 a 2018, nos sertões de Alagoas, que tiveram como foco as ações de alfabetização e cultura, desenvolvidas na comunidade sertaneja no período da Ditadura civil-militar (1970-1985), apoiando-se na História oral, Alberti (2008) e Bosi (1994), privilegiando como fontes as entrevistas e fotografias. Estes escritos têm o objetivo de apresentar as narrativas memorialísticas, sobre muitos sertões alagoanos, com ênfase na educação e cultura do povo sertanejo. Essas narrativas vão na contramão da história oficial, que reforça os estigmas sobre a região sertaneja, encabeçados pelo projeto de dominação colonial que se perpetua nos discursos das correntes hegemônicas do nosso país, que lutam pela dominação dos poderes e dos saberes. As fontes orais e visuais trouxeram novas reflexões em relação ao lugar – Sertões alagoanos – e nos fizeram perceber as ressignificações que foram possíveis, mesmo em tempo de regime militar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, J. C. da, & Freitas, M. L. de Q. (2022). Sertões: histórias e memórias da educação e da cultura do povo sertanejo. Cadernos De História Da Educação, 21(Contínua), e079. https://doi.org/10.14393/che-v21-2022-79
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marinaide Lima de Queiroz Freitas, Universidade Federal de Alagoas (Brasil)

https://orcid.org/0000-0003-3659-4165
http://lattes.cnpq.br/0771452713521203
naide12@hotmail.com

Referências

ALBERTI, Verena. Histórias dentro da história. In: PINSKY, Carla B. (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2008, p. 155-202.

ALBUQUERQUE JR., Durval Muniz de. A feira dos mitos: a fabricação do folclore e da cultura popular (Nordeste 1920-1950). São Paulo: Intermeios, 2013.

ALBUQUERQUE JR., Durval Muniz de. Distante e/ou do instante: “sertões contemporâneos”, as antinomias de um enunciado. In: FREIRE, Alberto (Org.) Culturas dos sertões. Salvador: EDUFBA, 2014.

ALVES, Nilda; GARCIA, Regina Leite. Prefácio – Continuando a conversa. In: FERRAÇO, Carlos Eduardo; PEREZ, Carmem Lúcia Vidal; OLIVEIRA, Inês Barbosa de Oliveira (Org.). Aprendizagens cotidianas com pesquisa – novas reflexões em pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas. Petrópolis: DP et Alii, 2008.

BARROS, Luitgard de Oliveira Cavalcanti. Santana do Ipanema pelos caminhos da memória. In: MELO, José Marques de; GAIA, Rossana. (Orgs.). Sertão Glocal: um mar de ideias brota às margens do Ipanema. Maceió EDUFAL, 2010.

BARROS, Luitgard de Oliveira Cavalcanti. Pelos sertões do Nordeste. Maceió: Eduneal: Impressora Oficial, 2015.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A partilha da vida. São Paulo: Geic/Cabral Editora, 1995.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

CARVALHO, Cícero Péricles de. Formação histórica de Alagoas. 3.ed. Maceió: EDUFAL, 2015.

CASTRO, Josué de. Geografia da fome: o dilema brasileiro: pão e aço. 10 ed. Rio de Janeiro: Antares, 1984.

CUNHA, Euclides da. Os sertões. 23.ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1954.

DE CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: 1 Artes de fazer. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

GURAN, Milton. Considerações sobre a constituição e a utilização de um corpus fotográfico na pesquisa antropológica. Discursos fotográficos, Londrina, v.7, n.10, p.77-106, jan./jun. 2011. DOI: https://doi.org/10.5433/1984-7939.2011v7n10p77.

JANNUZZI, Gilberta Martino. Confronto pedagógico: Paulo Freire e Mobral. São Paulo: Cortez, Autores Associados, 1987.

LEITE, Miriam Moreira. Retratos de família. São Paulo: Edusp, 1993.

MELO, Floro de Araújo; MELO, Darci de Araújo. Santana do Ipanema conta a sua história. Rio de Janeiro: Borsoi, 1976.

RAMOS, Graciliano. Viventes das Alagoas. 19. Ed. Rio de Janeiro: Record, 2007.

ROCHA, Tadeu. Modernismo & Regionalismo. 3. ed. Maceió: EDUFAL, 2014. (Coleção Nordestina; v. 85).

ROSA, João Guimarães. Grande sertão: veredas. 20. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa & MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

VERÇOSA. Elcio de Gusmão. Cultura e educação nas Alagoas: histórias, histórias. 4. ed. Maceió: EDUFAL, 2006.

XAVIER, Marcos. Lugar, Pluralidade da Existência e Democracia. Revista Brasileira de Estudos Urbanos Regionais, São Paulo, v.20, n.3, p.506-521, Set-Dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.22296/2317-1529.2018v20n3p506.