Vestígios materiais e imaterias, percursos virtuais

Conteúdo do artigo principal

Karla Simone Willemann Schütz
https://orcid.org/0000-0003-0177-078X

Resumo

A pandemia de Covid-19 colocou novos desafios a pesquisadoras e pesquisadores nas mais diversas áreas do conhecimento. No que se refere àqueles que dependem do acesso físico a museus, arquivos e os deslocamentos espaciais que essas visitas exigem, o trabalho se tornou quase que completamente impedido. É nesse panorama que emerge a publicação do livro Museu da Escola Catarinense da UDESC e outros museus do mundo: memória e história visual, gestado pela equipe do Museu da Escola Catarinense – MESC, vinculado à Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Apesar de ter a sua iniciativa calcada no ano de 2019 — antes ainda da eclosão e de todos os desdobramentos da pandemia —, o livro acabou por se colocar como um sintoma emblemático dessa condição e como uma sugestão das possibilidades de pesquisa e exploração de acervos durante o período de isolamento social ao apresentar um rico inventário de Museus Escolares, Museus Pedagógicos e Museus da Escola espalhados pelo mundo que possuem a opção de visitas virtuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Schütz, K. S. W. . (2021). Vestígios materiais e imaterias, percursos virtuais. Cadernos De História Da Educação, 20(Contínua), e040. https://doi.org/10.14393/che-v20-2021-40
Seção
Resenhas
Biografia do Autor

Karla Simone Willemann Schütz, Universidade do Estado de Santa Catarina - Brasil

https://orcid.org/0000-0003-0177-078X
http://lattes.cnpq.br/8796623406370612
karlawschutz@gmail.com

Referências

MAKOWIECKY, Sandra; GOUDARD, Beatriz; HENICKA, Marli. Museu da Escola Catarinense da UDESC e outros museus do mundo: memória e história visual. Palhoça/SC: Lilás, 2020.