A Revista Infância e Juventude e os debates em torno do Plano Nacional de Educação de 1936 a 1937

Conteúdo do artigo principal

Sônia Camara
http://orcid.org/0000-0003-0255-697X
Cinthya de Oliveira Nunes
http://orcid.org/0000-0001-8582-2713

Resumo

O artigo objetiva analisar as ideias que, publicadas na Revista Infância e Juventude, colaboraram na promoção de debates em torno da elaboração do projeto do Plano Nacional de Educação durante os anos de 1936 a 1937. Constituindo-se em um periódico mensal a serviço da escola e do lar, a revista circulou de maio de 1936 a dezembro de 1937, congregando em seus quadros intelectuais educadores envolvidos com a produção de reflexões acerca de temas candentes à educação brasileira. Para efeito deste artigo, interessa captar a participação dos intelectuais, partícipes da Associação Brasileira de Educação (ABE), que utilizaram a revista como veículo de difusão e construção de opinião, veiculando concepções e tomando posição em defesa da educação e da cultura nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Camara, S., & Nunes, C. de O. (2020). A Revista Infância e Juventude e os debates em torno do Plano Nacional de Educação de 1936 a 1937. Cadernos De História Da Educação, 19(2), 628–648. https://doi.org/10.14393/che-v19n2-2020-21
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Sônia Camara, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil)

http://orcid.org/0000-0003-0255-697X
http://lattescnpq.br/6303435255974589
soniacamarauerj@gmail.com

Cinthya de Oliveira Nunes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil)

http://orcid.org/0000-0001-8582-2713
http://lattes.cnpq.br/5210545260479574
cinthya.nunes14@gmail.com

Referências

ALVES, Isaias. O ensino profissional e o Plano Nacional de Educação. In: INFÂNCIA E JUVENTUDE, Rio de Janeiro, n. 4, ano 1, Setembro de 1936.

ALVES, Isaias. Educação de Adultos no Plano Nacional de Educação. In: INFÂNCIA E JUVENTUDE, Rio de Janeiro, n. 5, ano 1, Outubro de 1936.

BOMENY, Helena. Os Intelectuais da Educação. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

CAMARA, Sônia. Reinventando a escola: o ensino profissional feminino na Reforma Fernando de Azevedo de 1927 a 1930. Rio de Janeiro: Quartet, 2013.

CAMPOS, Regina Helena de Freitas. Helena Antipoff: razão e sensibilidade na psicologia da educação. Estudos Avançados, v. 17, n. 49, p. 209-231, 2003. https://doi.org/10.1590/S0103-40142003000300013

CAPANEMA, Gustavo. Conselho Nacional de Educação: Discurso pronunciado na sessão solene de sua instalação. In: Infância e Juventude, Rio de Janeiro, n. 9, ano 1, fevereiro de 1937.

CAPELATO, Maria Helena. O Estado Novo: o que trouxe de novo. In: Ferreira, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida N. (orgs.). O Brasil Republicano. O tempo do nacional-estatismo 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

CARVALHO, Marta Maria C. de. Educação e Política nos anos 20: a desilusão com a República e o entusiasmo pela educação. In: De LORENZO, Helena; COSTA, Wilma Peres (orgs.). A década de 1920 e as origens do Brasil moderno. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1997.

CARVALHO, Marta Maria C. de. Molde Nacional e Fôrma cívica: higiene e trabalho no projeto da Associação Brasileira de Educação (1924-1931). São Paulo, Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 1986.

CAVALCANTI, Maria Juraci Maia. Algumas indagações sobre o silêncio em torno da 6ª Conferência Nacional de Educação. History of Education Journal, v. 4, n. 8, p. 193-209, 2000.

CELESTE FILHO, Macioniro. Leigos e Católicos em disputa pela Escola Nova no Brasil. VIII Congresso Brasileiro de História da Educação – Matrizes interpretativas e internacionalização – Universidade Estadual de Maringá. Maringá, 2015.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 1. Artes de fazer. Petropólis, Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

CURY, Carlos Roberto Jamil. O Plano Nacional de 1936/937. In: Educativa, Goiânia, v. 17, n.2, p. 396-424, jul./dez. 2015.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e direito à educação no Brasil. Um histórico pelas Constituições. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi. (org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2014.

FREITAS, Teixeira de. A atuação do Ministro Capanema e a nova fase do Departamento Nacional de Educação. In: Infância e Juventude , Rio de Janeiro, n. 11, ano 1, Abril de 1937.

FREITAS, Teixeira de. A propósito do Plano Nacional de Educação. In: Infância e Juventude, Rio de Janeiro, n. 12, ano 1, Maio de 1937.

INFÂNCIA E JUVENTUDE. Rio de Janeiro, 1936-1937.

INFÂNCIA E JUVENTUDE. Rio de Janeiro, n. 3, ano 1, Agosto,1936.

INFÂNCIA E JUVENTUDE. Rio de Janeiro, n. 6, Novembro de 1936.

INFÂNCIA E JUVENTUDE. Rio de Janeiro, n. 11, Abril de 1937.

KASEFF, Leoni. Plano Nacional de Educação: Suas oportunidades e objetivos principais. In: Infância e Juventude, Rio de Janeiro, n. 6, ano 1, Novembro de 1936.

KASEFF, Leoni. O ensino emendativo no Plano Nacional de Educação. In: Infância e Juventude, Rio de Janeiro, n. 12, ano 1, Maio de 1937.

MAGALHÃES, Basílio. Plano Nacional de Educação. In: Infância e Juventude, Rio de Janeiro, n. 8, ano 1, Janeiro de 1937.

PANDOLFI, Dulce Chaves. Os anos 1930: as incertezas do regime. In: Ferreira, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida N. (orgs.). O Brasil Republicano. O tempo do nacional-estatismo. Rio de Janeiro: Civiliza%C