História e Historiografia da Educação Física: concepções e métodos de pesquisa

Conteúdo do artigo principal

Ycaro Oliveira do Granja
Bianca Miarka
https://orcid.org/0000-0002-7513-7605

Resumo

Este artigo traz uma discussão sobre as diferentes abordagens e métodos de pesquisas científicas na área de História e Historiografia da Educação Física realizados no Brasil. Para isso, realizou-se a análise de trabalhos publicados em uma base eletrônica de dados, a Scientific Eletronic Library Online (SciELO). A busca foi feita com as palavras-chave e/ou termos específicos indexados: "história" e "historiografia" em combinação com o termo "Educação Física". Como resultado, foram encontradas 36 publicações, as quais mostraram que no Brasil as pesquisas trazem problemas diacromiais e semelhantes, no que se refere às modificações de métodos de ensino escolar, mudanças políticas e o foco higienista que são desafios associados à sociedade e à cultura nacional. A partir disso, foi possível traçar um panorama com discussão sobre limitações e recomendações para estudos futuros relacionados com história e historiografia da Educação Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Granja, Y. O. do, & Miarka, B. (2018). História e Historiografia da Educação Física: concepções e métodos de pesquisa. Cadernos De História Da Educação, 17(3), 883–896. https://doi.org/10.14393/che-v17n3-2018-15
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ycaro Oliveira do Granja, Universidade Anhanguera (Brasil)

Graduado em Educação Física pela Universidade Anhanguera. E-mail: ycarooliveira21@hotmail.com. LATTES: http://lattes.cnpq.br/9792173731274204.

Bianca Miarka, Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil)

Doutora em Biodinâmica pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, com estágio de pós-doutorado concluído na Universidade Federal de Pelotas. Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio de Janeiro. E-mail: miarkasport@hotmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7513-7605. LATTES: http://lattes.cnpq.br/0026106649681346.

Referências

ALMEIDA, D.F.; WIGGERS, I.D.; JUBÉ, C.N. Do corpo produtivo ao corpo rascunho: aproximações conceituais a partir de relações entre corpo e tecnologia. Revista Sociedade e Estado, Brasília, v.29,n 3,p.963-83, set./dez. 2014.https://doi.org/10.1590/S0102-69922014000300014

DEVIDE, F.P. et al. Estudos de gênero na Educação Física Brasileira. Motriz, Rio Claro, v.17 n.1, p.93-103, jan./mar. 2011.

DIAS, C. Momentos iniciais da educação física em Goiás (1917-1929). Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo,v.28, n.1, jan./mar. 2014.

FIALHO et.al. O imaginário coletivo de estudantes de educação física sobre vida saudável. Revista Brasileira de Ciência e Esporte, Florianópolis, v.36, n.3, 2014.

GILBERT J.; GARRAGHAN, A. Guide to Historical Method. Fordham University Press, New York,1946, 272 p.

GODOI, M.R.; NEVES, L. Body, sexual violence, vulnerability and liberation education in the film “Precious: based on the novel ‘push’ by sapphire”. Interface -Comunicação, Saúde, Educação, v.16, n.41, p.409-21, abr./jun. 2012.https://doi.org/10.1590/S1414-32832012005000030.

GOELLNER, S.ilvana V. Educação física, ciência e saúde: notas sobre o acervo do Centro de Memória do Esporte (UFRGS). História, Ciências e Saúde, Rio de Janeiro, v.17, n.2, p.527-536, abr.-jun. 2010.

GÓIS JUNIOR, E. Estudo histórico sobre a formação profissional na Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (1980-1990). Motriz, Rio Claro, v.18 n.2, p.393-400, abr./jun. 2012.

GÓIS JUNIOR, E.; LOVISOLO,H.R.; NISTA-PICCOLO, V.L. Processo Civilizador: Apontamentos metodológicos na historiografia da Educação Física. Revista Brasileira Ciência e Esporte, Florianópolis, v.35, n.3, p.773-783, jul./set. 2013.https://doi.org/10.1590/S0101-32892013000300017.

GOTTSCHALK,L.Understanding History: A Primer of Historical Method.AlfredA. Knopf, New York,1950, 167p.

HEROLD JUNIOR, C. A educação física do ponto de vista da história. Revista Educação Física/UEM, Maringá, v.8(1), p.59-71, 1997.

HOWELL, M.;PREVENIER, W.From Reliable Sources: An Introduction to Historical Methods. Cornell University Press, Ithaca, 2001, 224p.

KAHN,P. Lições de coisas e ensino das ciências na França no fim do século 19: contribuição a uma história da cultura, História da Educação (online), Porto Alegre, v.18, n. 43,p. 183-201, mai./ago.2014.

KAMINSKI, L.F.; GOELLNER, S.V. Corpo discente em movimento: reivindicações estudantis na Escola Superior de Educação Física do Rio Grande do Sul (1957-1964). Motriz, Rio Claro, v.16 n.4 p.984-994, out./dez. 2010.

LAZZAROTTI FILHO, A.; SILVA, A.M.; e PIRES, G.L. Saberes e práticas corporais na formação de professores de Educação Física na modalidade a distância. Revista Brasileira Ciência e Esporte, Florianópolis, v.35, n.3, p. 701-715, jul./set. 2013.https://doi.org/10.1590/S0101-32892013000300013

LEHNHARD, G.R.;MANTA, Sofia W.; PALMA, Luciana E. A prática de atividade física na história de vida de pessoas com deficiência física. Revista Educação Física/UEM, Maringá, v. 23, n. 1, p. 45-56, 1. trim. 2012.

MARCON, D.; GRAÇA, A.B.S.; NASCIMENTO, J.V. MARCON. Graça e Nascimento Estruturantes da base de conhecimentos para o ensino de estudantes professores de Educação Física. Motriz, Rio Claro, v.16 n.3 p.776-787, jul./set. 2010.

MATTHIESEN, S.Q.; GINCIENE, G.; FREITAS, F.P.R. Registros da maratona em Jogos Olímpicos para a difusão em aulas de Educação Física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.26, n.3, p.463-71, jul./set. 2012.https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000300012.

MAZO, J.Z.; LYRA, V.B. Nos rastros da memória de um “Mestre de Ginástica”. Motriz, Rio Claro, v.16, n.4, p.967-976, out./dez. 2010.

McCULLGHC. B. Justifying Historical Descriptions. Cambridge University Press, New York, 1984, 264p.

NAHAS, M.V.;GARCIA,L.M.T.Um pouco de história, desenvolvimentos recentes e perspectivas para a pesquisa em atividade física e saúde no Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.24, n.1, p.135-48, jan./mar. 2010.https://doi.org/10.1590/S1807-55092010000100012.

OLIVEIRA, M.A.T. A Revista Brasileira de Educação Física e Desportos e a experiência cotidiana de professores da rede Municipal de Ensino de Curitiba: entre adesão e a resistência. Educar, Curitiba, n. 18, p. 239-247. 2001.

OLIVEIRA, M.A.T. Educação Física escolar e ditadura militar no Brasil (1968-1984): história e historiografia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.28, n.1, p. 51-75, jan./jun. 2002.https://doi.org/10.1590/S1517-97022002000100004.

OLIVEIRA, M.A.T.; LINHARES, M.A. Pensar a educação do corpo na e para a escola: indícios no debate educacional brasileiro (1882-1927). Revista Brasileira de Educação, v. 16, n. 47, p. 389-407, mai./ago. 2011.

PIRES, R.G.; ROCHA JUNIOR, C.P.; MARTA. F.E.F. Primeiro curso de Educação Física na Bahia – trajetórias e personagens. Revista Brasileira Ciência e Esporte, Florianópolis, v. 36, n. 1, p. 205-223, jan./mar. 2014.https://doi.org/10.1590/S0101-32892014000100014.

PRAXEDES, G.; PEDUZZI, L.O.Q.TychoBrahe e Kepler na escola: uma contribuição à inserção de dois artigos em sala de aula. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 31, n. 3, 2009.

RECHIELI, A.; PORTO, E.T.R.; MOREIRA, W.W. Corpos deficientes, eficientes e diferentes:uma visão a partir da Educação Física. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v.14, n.2, p.293-310, mai./ago. 2008.

ROSA, S; LETA, J. Tendências atuais da pesquisa brasileira em Educação Física Parte 1: uma análise a partir de periódicos nacionais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.24, n.1, p.121-34, jan./mar. 2010.https://doi.org/10.1590/S1807-55092010000100011.

ROSÁRIO, L.F.R.; DARIDO, S.C. Os conteúdos escolares das disciplinas de história e ciências e suas relações com a organização curricular da Educação Física na escola. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.26, n.4, p.691-704, out./dez. 2012.https://doi.org/10.1590/S1807-55092012000400013.

SCHNEIDER, O.; SANTOS, W.; FERREIRA NETO, A.; ASSUNÇÃO, W.R. A educação física, o esporte e o (pan-) americanismo em revista (1932-1950). Revista Educação Física/UEM, v. 25, n. 2, p. 245-256, 2. trim. 2014.

SHAFER R.J. A Guide to Historical Method. The Dorsey Press, Illinois, 1974, 272 p.

SILVA, E.M.; FRAGA, A.B. A história da Educação Física na educação profissional: entrada, saída e retorno à Escola Federal de Porto Alegre. Revista Brasileirade Educação Física e Esporte, São Paulo, v.28, n.2, abr./jun. 2014.

SILVEIRA et.al. Escola de formação de “professoras”: as relações de gênero no currículo superior de Educação Física. Revista Brasileira Ciência e Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 4, p. 857-872, out./dez. 2011.

SOARES, C.L. As roupas destinadas aos exercícios físicos e ao esporte: nova sensibilidade, nova educação do corpo (Brasil, 1920-1940). Pro-Posições, Campinas, v. 22, n. 3 (66), p. 81-96, set./dez. 2011.

SOUZA JÚNIOR, N.; GALVÃO, A.M.O. História das disciplinas escolares e história da educação: algumas reflexões. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 391-408, set./dez. 2005.https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300005.

SOUZA JÚNIOR, O. M.; DARIDO, S.C. Refletindo sobre a tematização do futebol na Educação Física escolar. Motriz, Rio Claro, v.16 n.4 p.920-930, out./dez. 2010.

STIGGERA, M.P.; FRAGAB A.B.; MOLINA NETO, V. Os editoriais contam histórias: experiências do ofício de editor na Revista Movimento.Revista Brasileira Ciência e Esporte, v.36, n.4, p. 790-801, 2014.https://doi.org/10.1016/j.rbce.2014.11.013.

VAGO, T.M. Início e fim do século XX: Maneiras de fazer educação física na escola. Cadernos Cedes, ano XIX, n 48, p.30-51, ago.1999 .

VAZ, A.F. Da modernidade em Walter Benjamin: crítica, esporte e escritura histórica das práticas corporais. Educar, Curitiba, n. 16, p. 61-79. 2000.