CULTURA, HISTÓRIA E INSTITUIÇÃO ESCOLAR: A ESCOLA ALEMà DE VILA MARIANA E O CENÁRIO EDUCACIONAL PAULISTA.

Conteúdo do artigo principal

Renan Gonçalves Bressan

Resumo

A história das instituições escolares tem propiciado, principalmente nas duas últimas décadas
no Brasil, a visualização de particularidades complexas que somente fazem sentido se dialogadas com os contextos que circundam a sua respectiva órbita. Grande parte desses estudos tem adotado enfoques diferentes construindo consequentemente análises distintas, muitas vezes sobre o mesmo objeto. Frente a esse panorama, busca-se nesse artigo compartilhar algumas conclusões preliminares de uma pesquisa que está ainda em desenvolvimento, sobre a Escola Alemã de Vila Mariana localizada na cidade de São Paulo. Por meio de uma fundamentação teórica que se utiliza do materialismo histórico para apreender a dinâmica escolar e estudar a sua cultura escolar, essa pesquisa promove um diálogo profundo entre a cidade e a escola, a fim de construir a história dessa instituição. Utilizando-se de fontes primárias, esse artigo busca apresentar ao leitor a perspectiva teórico-metodológica utilizada, que propicia enxergar a escola um órgão vivo dentro das relações sociais, e visualizar as condições materiais, analisadas por meio de Anuários Estatísticos, da educação paulista que possibilitaram a criação de diversas escolas privadas de cunho étnico na cidade de São Paulo no fim do século XIX e início do XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Bressan, R. G. (2014). CULTURA, HISTÓRIA E INSTITUIÇÃO ESCOLAR: A ESCOLA ALEMà DE VILA MARIANA E O CENÁRIO EDUCACIONAL PAULISTA. Cadernos De História Da Educação, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/che/article/view/25029
Seção
Artigos