ESGOTAMENTO SANITÁRIO EM RONDONÓPOLIS-MT:

CENSO DE 2010 DO IBGE

Autores

Resumo

A presente pesquisa buscou analisar as condições de saneamento ambiental na mancha urbana e arredores do município de Rondonópolis-MT, através de indicador de esgotamento sanitário levantado pelo censo de 2010 do IBGE. Para a elaboração dos mapas temáticos delimitou-se a área de estudo com base nos dados do perímetro urbano do ano de 2007 fornecido pela prefeitura municipal de Rondonópolis-MT, em que se considerou a mancha urbana e arredores do município. Em seguida se espacializou a variável de tipo de esgotamento sanitário. Ao espacializar a variável, utilizou-se o software ArcGis 10.2. Para seleção dos setores censitários do IBGE fez-se um recorte dos setores censitários de Rondonópolis, e depois utilizou-se o próprio ArcGis 10.2 para fazer os cálculos de porcentagem. O esgotamento sanitário em Rondonópolis foi considerado como parcialmente adequado em sua maioria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Carvalho Araújo, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Antonio Gabriel Ternero de Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso

Graduando em Geografia na Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Caio Augusto Marques dos Santos, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Geografia. Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Gustavo Benedito Medeiros Alves, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Ronei Coelho de Lima, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Geografia. Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Downloads

Publicado

2019-12-20