CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE SOLO RASO A DESENVOLVIDO (ASSOCIAÇÃO NEOSSOLO QUARTZARÊNICO) E SOLO HIDROMÓRFICO (ASSOCIAÇÃO GLEISSOLO HÁPLICO): O CONTEXTO AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOS CACHORROS, SÃO LUÍS-MA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/BGJ-v11n1-a2020-57111

Resumo

O artigo tem por objetivo caracterizar as propriedades físico-químicas de um solo raso a desenvolvido (associação Neossolo Quartzarênico) e de um solo hidromórfico (associação Gleissolo Háplico) sob o contexto ambiental da bacia hidrográfica do rio dos Cachorros, São Luís-MA. Os materiais e métodos contaram com a caracterização dos solos em dois pontos representativos, em que realizou-se trabalhos de campo e análises laboratoriais físicas e químicas. Além disso, foram feitos documentos cartográficos, com destaque aos perfis morfodinâmicos A-B e C-D. Os resultados mostraram que os solos são moderadamente a fortemente ácidos e arenosos, indicando valores superiores a 872 g.Kg-1 de areia e classes texturais “Areia” e “Areia franca”. O solo raso a desenvolvido apresenta-se degradado diante da atividade de extração mineral. Consequentemente, a vegetação e o horizonte superficial foram removidos com baixa presença de matéria orgânica no solo. O solo hidromórfico, sob formação vegetal secundária, detém maior quantidade de matéria orgânica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melina Fushimi, Universidade Estadual do Maranhão

Doutora em Geografia. Pós-Doutorado pela Universidade Estadual de Campinas. Professora do Programa de Pós-graduação em Geografia, Natureza e Dinâmica do Espaço - Universidade Estadual do Maranhão, Campus de São Luís.

Regina Célia de Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Geociências e Meio Ambiente. Professora do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Campinas.

Gilberlene Serra Lisboa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Geografia. Doutoranda em Geografia do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Bruno Santos Ferreira, Universidade Estadual do Maranhão

Técnico em Meio Ambiente pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Campus São Luís – Maracanã. Graduando em Geografia da Universidade Estadual do Maranhão, Campus de São Luís.

Paulo Zindane Ferreira da Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Graduando em Geografia da Universidade Estadual do Maranhão, Campus de São Luís.

João Osvaldo Rodrigues Nunes, Universidade Estadual Paulista

Doutor em Geografia e Livre Docente pela Universidade Estadual Paulista, Campus de Presidente Prudente. Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual Paulista, Campus de Presidente Prudente.

Downloads

Publicado

2020-07-30