CHUVAS EXTREMAS E O INTENSO EL NIÑO DE 2015/2016:

IMPACTOS NA REDE DE COLETA E ABASTECIMENTO DE ÁGUA DA CIDADE DE MARINGÁ, PARANÁ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/BGJ-v11n1-a2020-52345

Resumo

Maringá é uma cidade de médio porte da Mesorregião Norte Central Paranaense, recortada pelo Trópico de Capricórnio e, portanto, influenciada por sistemas atmosféricos tropicais e subtropicais que podem promover significativa variabilidade atmosférica e, eventualmente, intensos eventos de chuvas. Assim, os regimes hídricos dos rios da região são dependentes e muitas vezes impactados pelo dinamismo da atmosfera tanto regional quanto global. Analisou-se o histórico pluviométrico desta região e a influência do El Niño de 2015/2016 em um episódio de chuvas extremas registrado no período e que inundou a área de coleta de água e impactou significativamente o abastecimento da cidade, gerando caos para a população. Foram constatados volumes diários extremos de chuvas durante tal episódio e tendências históricas de aumento destes volumes para praticamente toda a região hidrográfica à montante da área de coleta. Neste sentido o monitoramento realizado pela empresa responsável pelo serviço também pode ter sido insuficiente ou deficitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Zandonadi, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Geografia, Docente do Departamento de Geografia da Universidade Estadual de Maringá.

Downloads

Publicado

2020-07-30