Húmus como substrato para a produção de mudas de tomate, pimentão e alface

Authors

  • Kenia Almeida Diniz UFLA
  • Silese Teobaldo Martins Rosa Guimaraes UFLA
  • Jose Magno Queiroz Luz UFU

Keywords:

Lycopersicon esculentum, Capsicum annuum, Vermiculita, Plantmax®, Vermicomposto.

Abstract

A producao de mudas de qualidade e essencial para que se tenha um sistema de cultivo produtivo e com competitividade. Assim, objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de substratos a base de humus e vermiculita, comparando com o substrato comercial Plantmax® na produção de mudas de tomate, pimentão e alface. O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal de Uberlândia-MG, onde utilizou-se as cultivares Santa Clara (tomate), Magali (pimentão) e Lucy Brown e Vera (alface). Os tratamentos constaram dos substratos húmus + 0, 10, 20 e 40% de vermiculita e o substrato comercial Plantmax®, estabelecidos em delineamento inteiramente casualizado, com 4 repetições. Avaliou-se o numero de folhas definitivas, as massas frescas e secas de parte aerea e do sistema radicular das mudas e a densidade e a porosidade dos substratos. De maneira geral, os substratos húmus + 20 e 40% de vermiculita e Plantmax®, apresentaram os maiores resultados, sendo recomendados para producao de mudas de tomate, pimentao e alface em bandejas de isopor.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2007-06-19

How to Cite

ALMEIDA DINIZ, K., TEOBALDO MARTINS ROSA GUIMARAES, S. and QUEIROZ LUZ, J.M., 2007. Húmus como substrato para a produção de mudas de tomate, pimentão e alface. Bioscience Journal [online], vol. 22, no. 3. [Accessed13 August 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6507.