Produção de capim elefante utilizando percolado de aterro sanitário

Authors

  • Daniela Costa Leite Coelho Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Rafael Oliveira Batista Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Paulo Cesar Moura da Silva Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Francisco de Oliveira Mesquita Universidade Federal Rural do Semi-árido

DOI:

https://doi.org/10.14393/BJ-v31n3a2015-22400

Abstract

O uso do percolado de aterro sanitário (PAS) na produção de biomassa para fins energéticos é uma alternativa que minimiza a degradação ambiental. O presente trabalho objetivou analisar o efeito de distintas doses de PAS na produção de capim elefante (Pennisetum purpureum Schum.). Para isso, montou-se o experimento no delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos (T1 - somente água de abastecimento - AA; T2 - 1mm dia-1 de PAS mais AA; T3 - 2mm dia-1 de PAS mais AA; T4 - 3mm dia-1 de PAS mais AA; e T5 - 4mm dia-1 de PAS mais AA) e cinco repetições, totalizando 25 parcelas experimentais. O capim elefante foi cultivado em ARGISSOLO VERMELHO - AMARELO Eutrófico, durante 132 dias em Mossoró/RN. Ao final do ciclo do capim elefante foram determinadas as características vegetativas altura de planta (AP), massa úmida da planta (MUP) e da folha (MUF) e massa seca das folhas (MSF). Comprovou-se para MUP, MUF e MSF que não houve diferença estatística entre os tratamentos, entretanto, para AP, o tratamento T2 apresentou maior valor (2,86m), diferindo estatisticamente dos tratamentos T4 e T5. Em geral, o tratamento T2 apresentou melhor desempenho com relação às características vegetativas do capim elefante.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2015-05-16

How to Cite

COELHO, D.C.L., BATISTA, R.O., SILVA, P.C.M. da and MESQUITA, F. de O., 2015. Produção de capim elefante utilizando percolado de aterro sanitário . Bioscience Journal [online], vol. 31, no. 3, pp. 830–840. [Accessed6 December 2022]. DOI 10.14393/BJ-v31n3a2015-22400. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22400.

Issue

Section

Agricultural Sciences