Resposta da co-inoculação de bactérias promotoras de crescimento em plantas e Bradyrhizobium sp. em caupi

Authors

  • Artenisa Cerqueira Rodrigues Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Jadson Emanuel Lopes Antunes Instituto Agronômico de Pernambuco
  • Vívian Vieira de Medeiros Instituto Agronômico de Pernambuco
  • Benaia Gonçalves de França Barros Instituto Agronômico de Pernambuco
  • Márcia do Vale Barreto Figueiredo Instituto Agronômico de Pernambuco

Abstract

Para a região árida e semi-árida do Nordeste brasileiro, o cultivo do caupi (Vigna unguiculata [L.] Walp.) vem se destacando por ser uma cultura adaptável as condições da região. Devido à capacidade do caupi de, em simbiose com o rizóbio, realizar a FBN, a co-inoculação rizóbio e bactérias promotoras de crescimento em plantas (BPCP's) poderá optimizar a fixação do N2 atmosférico dependendo da combinação e compatibilidade das estirpes envolvidas. O objetivo do trabalho foi avaliar a resposta da co-inoculação de BPCP's e Bradyrhizobium sp. como alternativa para optimizar a performance simbiótica e o desenvolvimento do caupi em condições de casa-de-vegetação. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando como substrato areia lavada e autoclavada em vasos de Leonard. Os tratamentos foram: 22 estirpes de BPCP's comparadas com a estirpe padrão (BR 3267), no caupi cv. "IPA 206". A colheita foi efetuada aos 35 dias após o plantio (DAP) e foram avaliados as seguintes variáveis: altura de planta (AP) aos 15, 25 e 35 dias, comprimento da raiz (CR), matéria seca da parte aérea (MSPA), matéria seca da raiz (MSR), matéria seca do nódulo (MSN), nodulação específica (NE) e nitrogênio acumulado na parte aérea (Nac). Os resultados mostram que a cultura do caupi respondeu significativamente a inoculação de estirpes de Bacillus, Brevibacillus e Paenibacillus co-inoculados com a estirpe de Bradyrhizobium sp. (BR 3267). A interação dos micro-organismos estudados não influenciou as variáveis, nodulação específica e matéria seca dos nódulos no caupi cv. IPA 206. A estirpe de Paenibacillus graminis (MC 04.21) co-inoculada com Bradyrhizobium sp. (BR 3267) foi superior em relação às demais estirpes avaliadas na produção de nitrogênio acumulado na matéria seca da parte aérea, proporcionando uma melhor performance simbiótica.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-03-30

How to Cite

RODRIGUES, A.C., ANTUNES, J.E.L., MEDEIROS, V.V. de, BARROS, B.G. de F. and FIGUEIREDO, M. do V.B., 2012. Resposta da co-inoculação de bactérias promotoras de crescimento em plantas e Bradyrhizobium sp. em caupi . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 1, pp. 196–202. [Accessed7 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13174.

Issue

Section

Supplement 1 - XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo