Do samba carioca urbano e industrial ao samba nacional e mestiço

Autores

  • Ari Lima

Resumo

Embora exista samba praticamente em todo o Brasil, e compositores e intérpretes de regiões diversas, notadamente baianos, tenham contribuído para a popularização e comercialização desse gênero musical desde o início do século XX, na maioria dos trabalhos publicados sobre o samba os autores tomam como lugar de referência a cidade do Rio de Janeiro. Logo, quando não enfocam sambistas compositores nascidos ou radicados no Rio, abordam o contexto das escolas de samba cariocas ou questões relacionadas à história do samba no Rio de Janeiro. Este artigo toma como referência boa parte da bibliografia publicada sobre o samba, expõe seu modelo de abordagem, assim como temas, questões e interpretações recorrentes que norteiam uma compreensão hegemônica sobre o assunto. Nesse sentido, apresenta uma reflexão sobre a constituição de um samba carioca urbano e industrial, em seguida retomado na história como samba nacional e mestiço ou, por assim dizer, um gênero musical brasileiro de larga repercussão e consumo.

palavras-chave: samba industrial; Rio de Janeiro; nacionalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ari Lima

Doutor em Antropologia Social pela Universidade de Brasília (UnB). Professor do Departamento de Educação e do Programa de Pós-graduação em Crítica Cultural do Campus II da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Coorganizador do livro Estudos de crítica cultural: diálogos e fronteiras. Salvador: Quarteto, 2010.

Downloads

Publicado

2015-02-26

Como Citar

Lima, A. (2015). Do samba carioca urbano e industrial ao samba nacional e mestiço. Artcultura, 15(26). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/artcultura/article/view/29141

Edição

Seção

Artigos