Metamorfoses do olhar na viagem de Goethe à Itália

Autores

  • Arley Andriolo

Resumo

Este artigo objetiva apresentar a atitude de Goethe em sua Viagem à Itália em relação a uma nova forma de perceber no final do século XVIII, considerando a transformação histórica que elevou o olho em meio aos outros órgãos da percepção. Por outro lado, a situação histórica de Goethe era orientada por um processo particular interior no sentido de desenvolver um método de observação crítico. Ao final, a partir das palavras desse poeta alemão, indica-se a importância da viagem como um movimento através do espaço, do tempo, do outro e de si. Quando ele observava a paisagem, seu campo de percepção mudava e produzia uma experiência estética que lhe apresentava o fenômeno arquetípico (Urphänomen).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-05-07

Como Citar

Andriolo, A. (2012). Metamorfoses do olhar na viagem de Goethe à Itália. Artcultura, 13(23). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/artcultura/article/view/15128

Edição

Seção

Artigos