Epistemofagia

uma leitura em perspectiva do curso Michel Foucault - As Formações Históricas, de Gilles Deleuze

Autores

  • Bruno Gonçalves Borges Universidade Federal de Catalão – UFCAT
  • Antônio Fernandes Júnior Universidade Federal de Catalão – UFCAT

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v5n2-2023-70393

Palavras-chave:

Autoria, Foucault, Deleuze, Filosofia da linguagem

Resumo

Em 1986, Gilles Deleuze publica Foucault. Não parece ser um livro homenagem. Mais do que isso, constitui-se um testemunho da influência ou o registro de um movimento de fluxo e contrafluxo com o pensamento de Michel Foucault na elaboração dos conceitos deleuzianos. Apesar de a referida obra circular no Brasil desde 1988 com tradução local, nos últimos anos ganhou destaque a publicação de Michel Foucault: as formações históricas, tradução dos cursos ministrados por Deleuze que constituem a segunda parte de Foucault. Mas, o que essa nova publicação traz de expectativa? Será ela uma amostra daquilo que todo/a autor/a um dia pode se deparar: (re)dizer o dito, fazer uma (re)leitura sob outras condições (ou até formações)? É nisso que concentrou nosso esforço, pois enxergamos alguns procedimentos que, potencialmente, contribuem para o entendimento do (re)dizer nas suas variadas modulações. Em síntese, esse conjunto procedimental alimentou uma leitura comparada entre os diferentes materiais analisados, de modo que é possível apreender os movimentos operados por Deleuze e como eles exigem uma sensibilidade por parte do leitor e, que, aqui, desdobramos em atos: de escrevinhar e escriturar, e procedimentos: de decupagem e bricolagem da escritura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Gonçalves Borges, Universidade Federal de Catalão – UFCAT

Professor da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, da Universidade Federal de Catalão. Líder do Grupo Intersecções: filosofia, psicologia, arte e educação UFCAT/CNPq.

Antônio Fernandes Júnior, Universidade Federal de Catalão – UFCAT

Professor dos cursos de graduação e pós-graduação em letras da Universidade Federal de Catalão. Coordenador do Laboratório de Estudos Foucaultianos de Catalão (LEF-GO). Coordenador do GT Estudos Discursivos Foucaultianos da ANPOLL.

Referências

DELEUZE, Gilles. Crítica e clínica. Trad. Peter Pál Pelbart. São Paulo: Editora 34. Coleção Trans, 2011.

DELEUZE, Gilles. Foucault. Trad. Cláudia Sant’Anna. Rev. Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Brasiliense, 2013.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 1. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017a.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 2. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017b.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 3. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017c.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 4. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017d.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 5. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017e.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 6. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017f.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 7. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017g.

DELEUZE, Gilles. Michel Foucault: as formações históricas. v. 8. Trad. Cláudio Medeiros, Mario A. Marino. São Paulo: n-1 edições e editora filosófica politeia, 2017h.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia. trad. Luiz B. L. Orlandi. São Paulo: Editora 34, Coleção Trans, 2011a.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia 2. v. 2. Trad. Ana Lúcia de Oliveira; Lúcia Cláudia Leão. São Paulo: Editora 34, Coleção Trans, 2011b.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O que é a filosofia? Trad. De Bento Prado Júnior. São Paulo: Editora 34, 2013.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Kafka: por uma literatura menor. Trad. Cíntia Vieira da Silva, rev. Luiz Orlandi. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. Trad. Eloisa Araújo Ribeiro. São Paulo: Editora Escuta, 1998.

ERIBON, Didier. Michel Foucault - uma biografia. Trad. H. Feist. São Paulo: Cia. das Letras, 1990.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, Freud e Marx. Theatrum Philosoficum. trad. Jorge Lima Barreto. São Paulo: Editora Princípio, 1987.

FOUCAULT, Michel. Estética: literatura e pintura, música e cinema. Org. e sel. de textos: Manoel Barros da Motta. Trad. Inês Autran Dourado Barbosa. Coleção Ditos e Escritos, v. 3. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001.

MORAR, Nicolae; NAIL, Thomas; SMITH, Daniel W. Between Deleuze and Foucault. Edinburgh: Edinburgh University Press, 2016. DOI: https://doi.org/10.1515/9781474415095

NABAIS, Catarina Pombo. O devir-Foucault de Deleuze. In. VALEIRÃO, K.; SCHIO, S. M. (Org.). Michel Foucault: as palavras e as coisas. Pelotas: NEPFIL Online, 2017.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. Eni P. Orlando. 5 ed., Campinas/SP: Pontes Editores, 2008.

POE, Edgar Allan. A carta roubada e outras histórias de crime & mistério. Trad. Willian Lagos. Porto Alegre: L&PM, 2003.

ZOURABICHVILI, François. Vocabulário Deleuze. Vers. Eletr.: Centro Interdisciplinar de Estudo em Novas Tecnologias e Informação Unicamp, 2004.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

BORGES, B. G.; FERNANDES JÚNIOR, A. Epistemofagia: uma leitura em perspectiva do curso Michel Foucault - As Formações Históricas, de Gilles Deleuze. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 170–189, 2023. DOI: 10.14393/HTP-v5n2-2023-70393. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/70393. Acesso em: 13 jul. 2024.