Retóricas do debate pré-eleitoral

análise dos argumentos mobilizados na corrida presidencial de 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v4n2-2022-66023

Palavras-chave:

Retórica, Argumentação, Debate Eleitoral

Resumo

Este artigo visa apresentar as análises dos argumentos mobilizados pelos candidatos à presidência da república no primeiro debate pré-eleitoral televisionado de 2018, realizado pela emissora Band em 09 de agosto. São analisados os exórdios dos discursos de oito candidatos à eleição, são eles: Álvaro Dias (PODEMOS), Cabo Daciolo (PATRIOTA), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (REDE), Jair Bolsonaro (PSL), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Ciro Gomes (PDT). Investiga-se a tipologia argumentativa e a articulação entre argumentos e figuras. Como fundamentação teórica, parte-se dos pressupostos da Nova Retórica, cujo Tratado da argumentação de Chaïm Perelman e Lucie Olbrechts-Tyteca é a principal referência. Utiliza-se também os trabalhos de Plantin (2008), Fiorin (2015; 2020), Abreu (2009) e Emediato (2008), que auxiliam na compreensão de algumas categorias de argumento. Como resultados, percebe-se a complexidade dos discursos argumentativos por meio da articulação inter-argumental e da intensificação de determinados argumentos por meio de figuras de retórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renan Mazzola, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutor em Linguística e Língua Portuguesa e Professor Adjunto da Faculdade de Letras (FALE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Referências

ABREU, A. S. A arte de argumentar: gerenciando razão e emoção. Cotia-SP: Ateliê Editorial, 2009.

ANGENOT, M. O discurso social e as retóricas da incompreensão: consensos e conflitos na arte de (não) persuadir. Organização Carlos Piovezani. São Carlos: EDUFSCar, 2015.

ARISTÓTELES. Retórica. Tradução Edson Bini. São Paulo: EDIPRO, 2013.

BAND JORNALISMO. Debate na Band: reveja na íntegra o 1º confronto entre os presidenciáveis. 09 ago. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/9EnJeUKwX_c>. Acesso em: 03 ago. 2021.

EMEDIATO, W. A fórmula do texto: redação, argumentação e leitura. São Paulo: Geração Editorial, 2008.

FIORIN, J. L. Argumentação. São Paulo: Contexto, 2015.

FIORIN, J. L. Figuras de retórica. São Paulo: Contexto, 2020.

PERELMAN, C.; OLBRECHTS-TYTECA, L. O. Tratado da argumentação: a nova retórica. 3ª ed. Trad. Maria Ermantina de Almeida Prado Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

PENHA, J. Períodos filosóficos. São Paulo: Ática, 2000.

PLANTIN, C. Argumentação. Tradução Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola, 2008.

SCHOPENHAUER, A. A arte de ter razão: 38 estratagemas. Rio de Janeiro: Vozes, 2020.

Downloads

Publicado

2023-01-31

Como Citar

MAZZOLA, R. Retóricas do debate pré-eleitoral: análise dos argumentos mobilizados na corrida presidencial de 2018. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 101–119, 2023. DOI: 10.14393/HTP-v4n2-2022-66023. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/66023. Acesso em: 13 jul. 2024.