História do livro e da leitura e a 'verdade' na História

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v2n1-2020-55559

Palavras-chave:

História cultural, Cultura escrita, História e Verdade

Resumo

Nesta entrevista, o historiador francês, Roger Chartier, nos apresenta reflexões acerca de duas das principais frentes de seu trabalho de pesquisa: um breve panorama da História da cultura escrita no Ocidente, a partir da relação entre as mudanças ocorridas na forma material do livro e as mudanças nas práticas de escrita e de leitura e o impacto da emergência das novas tecnologias digitais de produção escrita e editorial dos textos e de sua recepção; e suas reflexões quanto à especificidade da História, enquanto disciplina, e o valor de verdade de suas narrativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roger Chartier, Collège de France

Professor no Collège de France e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/Paris) e historiador reconhecido internacionalmente por suas pesquisas em História da cultura escrita no Ocidente, conhecido no Brasil especialmente por suas pesquisas sobre as representações das práticas de leitura.

Referências

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. 21 ed. São Paulo: Edições Loyola, 2011.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade (v. I): a vontade de saber. 9 ed. Rio de Janeiro: Editora Paz & Terra, 2014.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. Além do bem e do mal. Porto Alegre: Editora L&PM, 2008.

Downloads

Publicado

2020-06-18

Como Citar

CHARTIER, R. História do livro e da leitura e a ’verdade’ na História. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 40–50, 2020. DOI: 10.14393/HTP-v2n1-2020-55559. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/55559. Acesso em: 6 jul. 2022.