A genealogia e a ética foucaultianas nos estudos discursivos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v1n1-2019-48922

Palavras-chave:

Discurso, Verdade, Subjetividade, Ética, Estética

Resumo

Michel Foucault, em seus últimos trabalhos, dedica-se à investigação acerca da relação do sujeito com a verdade, sendo a sexualidade um domínio entre outros.O objetivo central deste artigo é mostrar como Foucault chega ao entendimento da ética como resultado da relação do sujeito consigo mesmo, em que ele se constitui como sujeito moral de suas próprias ações. Seguindo sua genealogia para estudar a ética, este texto é organizado em três partes para tratar, primeiro, dos deslocamentos teóricos efetuados por Foucault, depois para discutir a relação do discurso com a constituição de um sujeito ético e, por último, para pensar a constituição dos modos de ser do sujeito a partir das práticas de si. As considerações finais sugerem uma reflexão acerca da estética da existência nos jogos de verdade. As reflexões propostas visam contribuir tanto para a compreensão das formas históricas da obrigação e da possibilidade de dizer-a-verdade, quanto para pensar em formas de resistência que pudessem considerar as práticas de si e o dizer-a-verdade como procedimentos éticos imprescindíveis para ser governado, governar-se a si mesmo e aos outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Katia Menezes de Sousa, Universidade Federal de Goiás - UFG

Possui graduação em Letras Português Inglês pela Universidade Federal de Goiás (1988), mestrado em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás (1995) e doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Goiás, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística. Orienta trabalhos de Mestrado e Doutorado na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso. Sua produção acadêmica tem contemplado temas que envolvem questões relacionadas ao discurso, saber e poder, como também as relativas ao sujeito, à subjetividade, às práticas discursivas da atualidade, à mídia.

Referências

CANDIOTTO, C. A genealogia da ética de Michel Foucault. Educação e Filosofia. Uberlândia, v. 27, n. 53, p. 217-234, jan./jun. 2013. ISSN 0102-6801.

CASTRO, E. Michel Foucault: a verdade do homem. In: MANSANO, S. R. V. (Org.). Michel Foucault: desdobramentos. Belo Horizonte: Autêntica Ed., 2016

FOUCAULT, M. História da sexualidade 2 :o uso dos prazeres. Rio de Janeiro, Ed. Graal, 1984.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 3: o cuidado de si. Rio de Janeiro, Ed. Graal, 1985.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, M. O que são as luzes? In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos II - Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000a.

FOUCAULT, M. Nietzsche, a genealogia, a HistóriaIn: FOUCAULT, M. Ditos e escritos II - Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000b.

FOUCAULT, M. A ética do cuidado de si como prática da liberdade. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos V - Ética, sexualidade, política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004a.

FOUCAULT, M. Uma estética da existência. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos V - Ética, sexualidade, política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004b.

FOUCAULT, M. A hermenêutica do sujeito. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FOUCAULT, M. Segurança, território, população. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, M. O governo de si e dos outros: curso no Collège de France (1982-1983). São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

FOUCAULT, M. A coragem da verdade: o governo de si e dos outros II: curso no Collège de France (1983-1984). São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

FOUCAULT, M. Prefácio à História da sexualidade. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos IX - Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014a.

FOUCAULT, M. Sobre a genealogia da ética. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos IX - Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014b.

FOUCAULT, M. Entrevista com Michel Foucault. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos IX - Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014c.

FOUCAULT, M. Do governo dos vivos: curso no Collège de France (1979-1980). São Paulo: WMF Martins Fontes, 2014d.

FOUCAULT, M. As técnicas de si. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos IX - Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014e.

FOUCAULT, M. Subjetividade e verdade: curso no Collège de France (1980-1981). São Paulo: WMF Martins Fontes, 2016.

GROS, F. Situação do curso. FOUCAULT, M. A hermenêutica do sujeito. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

GROS, F. Situação do curso. In: FOUCAULT, M. Subjetividade e verdade: curso no Collège de France (1980-1981). São Paulo: WMF Martins Fontes, 2016.

KRAEMER, C. A ontologia e a ética em Michel Foucault. In: RESENDE, H. (Org.). Michel Foucault: política: pensamento e ação. Belo Horizonte: Autêntica Ed., 2016.

Downloads

Publicado

2019-06-26

Como Citar

MENEZES DE SOUSA, K. A genealogia e a ética foucaultianas nos estudos discursivos. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 139–159, 2019. DOI: 10.14393/HTP-v1n1-2019-48922. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/48922. Acesso em: 19 jul. 2024.