Uma análise de discurso de base enunciativa

notas de leitura sobre o percurso epistemológico de Dominique Maingueneau

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v1n1-2019-48527

Palavras-chave:

Discurso, Linguística brasileira, Epistemologia dos estudos discursivos

Resumo

Neste texto, buscamos apresentar de maneira não exaustiva o percurso teórico-metodológico do discursivista francês Dominique Maingueneau acerca de uma análise de discurso de base enunciativa. Dividimos a nossa intervenção em dois momentos. No primeiro, apresentamos muito rapidamente o que seriam as cinco ideias-força desenvolvidas por Maingueneau ao longo de seu percurso acadêmico, a saber 1) Semântica Global; 2) Cenas da Enunciação; 3) Discursos Constituintes: o discurso literário; 4) Enunciação Aforizante e 5) A Filosofia como instituição discursiva. No segundo momento, buscamos mostrar como essa última ideia-força, ainda em desenvolvimento por Maingueneau pode iluminar outras pesquisas no campo do discurso brasileiro, sobretudo no âmbito da linguística brasílica. Ilustra essa possibilidade uma proposta de trabalho discursivo sobre os escritos do linguista brasileiro Mattoso Câmara Jr.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Leiser Baronas, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela UFMT - Campus Universitário do Araguaia em Pontal do Araguaia - MT (1994) e doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP - Campus de Araraquara (2003). Desenvolveu sua tese sob a orientação de Edna Fernandes dos Santos Nascimento. Com apoio de bolsa PDEE/Capes, fez doutorado sanduíche na Université Paris Est - Créteil - Val de Marne - França, no Centro de Estudos de Discursos, Imagens, Textos, Escritos e Comunicação - CÉDITEC - sob a supervisão de Simone Bonnafous (2003). Realizou estágio de Pós-Doutorado de um ano com bolsa PDS do CNPq, junto ao Grupo de Pesquisa/CNPq Linguagem, Identidade e Memória, no Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem/LAEL/Faculdade de Filosofia Comunicação Letras e Artes/ PUC-SP, sob a supervisão de Beth Brait (2012). Atualmente é professor associado no Departamento de Letras e no Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSCAR e de dissertação e de tese no PPGEL da UFMT e Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, nível 1 D. Foi presidente e membro da Comissão Assessora para Análise de Novos Cursos de Pós-Graduação na UFSCar - 2019. É um dos coordenadores da Comissão de Análise de Discurso da ABRALIN. Traduziu diversos artigos e livros relevantes no campo dos estudos discursivos. É organizador e autor de diversos livros e artigos no domínio dos estudos discursivos. É um dos editores responsáveis pela Revista de Popularização em Ciências da Linguagem - Linguasagem da UFSCar. Foi Editor da Revista da Associação Brasileira de Linguística - ABRALIN de 2014 a 2017. Foi Delegado Regional da Associação Latino-Americana de Estudos do Discurso - ALED - Brasil de 2014 a 2018. Foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística - ANPOLL, no período de 2016 a 2018. É o coordenador da Unidade de Pesquisa em Linguística popular - UPLiP/UFSCar. É também um dos coordenadores do Laboratório de Estudos Epistemológicos e de Discursividades Multimodais - LEEDiM - UFSCar/CNPq. Tem experiência na área de Linguística com ênfase nos domínios da Linguística popular/Folk linguistics, da Análise do Discurso e da Filosofia da Linguística e do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: linguística popular, análise do discurso, discurso político, discurso digital e epistemologia e história da linguística brasileira.

Samuel Ponsoni, Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG

raduado em Letras licenciatura Português/Inglês pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (2008), Mestre em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (2011), com fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, e Doutor em Linguística também pela UFSCar (2015), com estágio de doutorado sanduíche pela Université Sorbonne Paris-IV(2013-2014), ambos com apoio da FAPESP. Atualmente, é Coordenador do Curso de Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda, da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG - Unidade Acadêmica Passos, Universidade na qual é também professor designado dos cursos de Jornalismo, Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda, Letras, Serviço Social e História. Coordena ainda o Grupo de Pesquisa Laboratório interdisciplinar de comunicação, discurso, acontecimento e memória - LABIAM (CNPq/UEMG). Pesquisa no campo da Ciência da Linguagem, dentro dos domínios da Análise do Discurso, relações entre literatura, linguística e estudos discursivos, principalmente noções-conceitos tais como gêneros discursivos, imagens discursivas e ethos, efeitos de pré-construído e sustentação, estereótipos, relações entre campo, escritor, autor e enunciador, comunicação política. Ao pesquisar estas relações, visa-se às compreensões entre o surgimento da dimensão textual-literária dos discursos e suas inter-relações com as condições de produção históricas e com as conjunturas sociais, assim como pesquisas sobre o próprio funcionamento do discurso político na contemporaneidade, utilizando como base teórica a Análise do Discurso de matriz francófona.

Referências

AMOSSY, R. O ethos na intersecção das disciplinas: retórica, pragmática, sociologia dos campos. In: AMOSSY, R. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005.

DUCROT, O. O dizer e o dito. Campinas, SP: Pontes, 1987.

EGGS, E. Ethos aristotélico, convicção e pragmática moderna. In: AMOSSY, R. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2012.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 1996.

FONSECA, O. Mattoso Câmara Jr., pioneiro. Revista de Letras, Assis, v. 16, p. 203-210. 1974.

FRANÇA, A. Texto e contexto nos escritos linguísticos de Mattoso Câmara (1938-1954). Dissertação (Mestrado), Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 1998.

LEITE, Y. Unidade e diversidade na obra de Mattoso Câmara Jr. Boletim da ABRALIN, v. 12, p. 180-192, 1991.

LEITE, Y. O pensamento fonológico de Mattoso Câmara Jr. Boletim da ABRALIN, v. 7, p. 17-24, 1996.

MALDIDIER, D. A inquietação do discurso: (re)ler Michel Pêcheux hoje. Tradução de Eni Orlandi. Campinas, SP: Pontes, 2003.

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. Campinas, SP: UNICAMP, 1997.

MAINGUENEAU, D. O contexto da obra literária. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. Tradução de Sírio Possenti. Curitiba, PR: Criar Edições, 2005a.

MAINGUENEAU, D. Ethos, cenografia, incorporação.In: AMOSSY, R. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005b.

MAINGUENEAU, D. Discurso literário. Tradução de Adail Sobral. São Paulo: Contexto, 2006a.

MAINGUENEAU, D. Contre Saint Proust ou lafin de laLittérature. Paris: Belin, 2006b.

MAINGUENEAU, D. Cenas da Enunciação. Organizado por Sírio Possenti e Maria Cecília Pérez de Souza-e-Silva, diversos tradutores. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MAINGUENEAU, M Análise do discurso e literatura: problemas epistemológicos e institucionais. Tradução de Roberto LeiserBaronas e Samuel Ponsoni. Revista Linguasagem, n. 13, 2010. Disponível em:<http://www.dl.ufscar.brlinguasagem/edicao13/art_01.php>. Acesso em: 2 maio 2019.

MAINGUENEAU, D. Doze conceitos em análise do discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

MAINGUENEAU, D. Unréseau de concepts. (Entrevistaconcedida a ReindertDhondt& David Martens), Interférences littéraires / Literaire interferenties, n. 8, p. 203-221, maio 2012.

MAINGUENEAU, D. Discours et analyse du discours. Paris, FR: Armand Colin, 2014.

MAINGUENEAU, D. La philosophie comme instituition discursive. Paris, FR: Lambert-Lucas, 2015a.

MAINGUENEAU, D. Discurso e análise do discurso. Tradução de Sírio Possenti. São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2015b.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Princípios de Linguística Geral. Rio de Janeiro: F. Briguet, 1941.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Princípios de Linguística Geral. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1954.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Ensaios machadianos (Língua e estilo). Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1962.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Dicionário de Filologia e Gramática.4ed– revisada e ampliada. São Paulo: J. Ozon Editor, 1970.

MATTOSO CÂMARA JR., J. História da Linguística. Petrópolis, RJ: Vozes, 1975.

MATTOSO CÂMARA JR., J. A Linguística brasileira. (1976). In: NARO, A. J. (Org.). Tendências atuais da Linguística e da Filologia no Brasil. Francisco Alves Editora, 1976.

MATTOSO CÂMARA JR., J. História e estrutura da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Padrão Editora, 1976b.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Introdução às línguas indígenas brasileiras. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1977.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Contribuição à estilística portuguesa. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1978.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Problemas de linguística descritiva. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Nomenclatura Gramatical(1960). In. UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004a.

MATTOSO CÂMARA JR., J. As ideias gramaticais de João Ribeiro. (1961). In: UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004b.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Said Ali e a Língua Portuguesa. (1961). UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004c.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Antenor Nascentes e a filologia brasileira. (1966). UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004d.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Os estudos de português no Brasil. (1969). UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004e.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Os congressos internacionais de linguistas. (1972). In. UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004f.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Crônica Linguística. (1972). In. UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004g.

MATTOSO CÂMARA JR., J. Língua e cultura. (1972). In. UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de Joaquim Mattoso Câmara Jr.. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004h.

NARO, A. J.; REIGHARD, J. Bibliografia analítica de Joaquim Mattoso Câmara. In: NARO, A. J. (Org.). Tendências atuais da Linguística e da Filologia no Brasil. Francisco Alves Editora, 1976.

PÊCHEUX, M. Análise automática do discurso. In: GADET, F.; HAK, T. (Orgs). Por uma análise automática do discurso. Campinas, SP: Editora da Unicamp. 1990, p. 61-161.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1988.

PÊCHEUX, M. Leitura e memória. In: Análise do discurso: Michel Pêcheux (textos escolhidos por Eni Puccinelli Orlandi). Campinas, SP: Editora Pontes, 2011, p. 141-150.

PÊCHEUX, M. Papel da memória. In: ACHARD, P.; et al. Papel da memória. Campinas, SP: Editora Pontes,1999, p.49-57.

RODRIGUES,A. D. A obra científica de Mattoso Câmara Jr., Caderno de Estudos Linguísticos, Campinas, SP: IEL – UNICAMP, n. 6, 1980. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636654>. Acesso em: 2 maio 2019. DOI: https://doi.org/10.20396/cel.v6i0.8636654

RODRIGUES, K. C. Por uma análise do discurso literário: funcionamento da autoria em Oscar Wilde e construção de imagens de autor. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, Universidade Federal de Uberlândia, 2014.

SÉRIOT, P. Analyse do discours politique soviétique. Revue Persée, v. 57, n. 2, 1985.

UCHÔA, C. E. F.Os estudos e a carreira de Joaquim Mattoso Câmara Jr. In: UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de J. Mattoso Câmara. Rio de Janeiro. Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1972.

UCHÔA, C. E. F. Mattoso Câmara Jr. e os estudos linguísticos no Brasil. Boletim da ABRALIN, v. 7, p.9-15, 1986.

UCHÔA, C. E. F. (Org.). Dispersos de J. Mattoso Câmara: nova edição revisada e ampliada. Lucerna, 2004a.

VALLE, R. Mattoso Câmara e a História da Língua Portuguesa. Confluência, n. 29-30, 2005. Disponível em:<http://llp.bibliopolis.info/confluencia/pdf/1068.pdf>. Acesso em: 2 maio 2019.

Downloads

Publicado

2019-06-26

Como Citar

LEISER BARONAS, R.; PONSONI, S. Uma análise de discurso de base enunciativa: notas de leitura sobre o percurso epistemológico de Dominique Maingueneau. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 83–107, 2019. DOI: 10.14393/HTP-v1n1-2019-48527. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/48527. Acesso em: 13 jul. 2024.