ISOLAMENTO DE BACILOS ÁLCOOL-ÁCIDO RESISTENTES A PARTIR DE LESÕES EM CARCAÇAS DE BOVINOS ABATIDOS EM FEIRA DE SANTANA, BAHIA, BRASIL

Autores

  • Vanessa Moura Reis
  • Larissa de Fátima Cardoso Duarte
  • Fernando Alzamora Filho Fernando Alzamora e Maria Bernardina M Alzamora
  • Nairléia dos Santos Silva
  • Erivelto de Oliveira Sousa
  • Joselito Nunes Costa

Palavras-chave:

BAAR, Isolamento, Micobacteria, Tuberculose

Resumo

Mycobacterium bovis é o agente causal da tuberculose bovina, enfermidade de impacto na saúde pública e perdas econômicas na pecuária, que leva ao desenvolvimento de lesões granulomatosas. O objetivo desse estudo foi avaliar a frequência de bacilos álcool-ácido resistentes em amostras post mortem com e sem lesões sugestivas de tuberculose. Foram coletadas 92 amostras de pulmões e linfonodos da carcaça de bovinos abatidos em Feira de Santana, Bahia, condenados pela inspeção. Foi obtida uma frequência de 12% (11/92) de crescimento de colônias de coloração creme e de aspecto rugoso. A baciloscopia revelou bacilos álcool-ácido resistentes em 100% dos isolados. Este estudo revelou que o exame bacteriológico de lesões observadas durante a inspeção de bovinos abatidos nos matadouros é um importante aliado na vigilância epidemiológica da tuberculose bovina, mas provas bioquímicas ou moleculares são necessárias para o diagnóstico definitivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-11

Como Citar

Reis, V. M., Duarte, L. de F. C., Alzamora Filho, F., Silva, N. dos S., Sousa, E. de O., & Costa, J. N. (2013). ISOLAMENTO DE BACILOS ÁLCOOL-ÁCIDO RESISTENTES A PARTIR DE LESÕES EM CARCAÇAS DE BOVINOS ABATIDOS EM FEIRA DE SANTANA, BAHIA, BRASIL. Veterinária Notícias - Vet Not, 17(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18989