O Federal Reserve (FED) no palco central: navegando por águas proibidas

Autores

  • Gérard Duménil CNRS
  • Dominique Lévy Actuel Marx

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v37nesp.a2022-64432

Resumo

A principal ameaça iminente da pandemia à economia dos EUA é o aumento do endividamento das empresas e do governo. O Federal Reserve agiu de forma espetacular no apoio ao crédito, e este é apenas o começo de uma longa história. O apoio dos mecanismos de crédito pelo Federal Reserve já estava em andamento antes da crise da COVID-19. Novos graus foram alcançados e novos caminhos estão sendo abertos atualmente, como empréstimos diretos às empresas pelo FED. Os limites são, no entanto, cumpridos por razões políticas e ideológicas: Conforme mencionado anteriormente, não havia uma política voltada à preservação da receita de vendas das empresas.  A continuação da nova trajetória de taxas de juros muito baixas e o financiamento direto do Federal Reserve enfrentará fortes resistências por parte de interesses financeiros. Isso transformaria os bancos como credores em meros intermediários na concessão de empréstimos (cobrança de taxas aos mutuários), como já é o caso da intermediação financeira não-bancária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-31