Taxa de lucro e acumulação de capital no Brasil: concepções teóricas, análise histórica e relação de causalidade

Autores

  • Henrique de Abreu Grazziotin UMass
  • Ana Paula Fornari PUC-RS
  • Adalmir Antonio Marquetti PUC-RS

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v37nesp.a2022-64429

Resumo

O presente trabalho analisa a relação entre a taxa de lucro e a acumulação de capital a partir de perspectivas teórica e empírica. Na teórica, discutimos as principais abordagens sobre o papel da lucratividade na análise macroeconômica, com ênfase na economia política marxiana. Na empírica, apresentamos uma breve descrição histórica da evolução da taxa de lucro e da taxa de acumulação para o Brasil entre 1953 e 2017, avaliando seus componentes por meio da decomposição de Weisskopf (1979). Por fim, aplicamos o procedimento de Toda e Yamamoto (1995) para testar a hipótese de não causalidade de Granger nas variáveis taxa de lucro e taxa de acumulação de capital. Os resultados são consistentes com a presença de causalidade de Granger unidirecional da taxa de lucro para a taxa de acumulação no Brasil entre 1953 e 2017.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-31