Dinâmica do emprego formal na mesorregião sudeste do Mato Grosso: Uma análise setorial a partir do modelo shift-share

Autores

  • Larissa Mayara Moura da Silva UFR
  • Angel dos Santos Fachinelli Ferrarini UFR

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v37n2a2022-59909

Palavras-chave:

Vantagem Competitiva, Emprego Formal, Indústria de Transformação

Resumo

Este estudo tem por objetivo verificar mudanças na dinâmica do emprego formal da indústria de transformação na mesorregião Sudeste do Mato Grosso. O método shift-share para anos de 2006, 2010, 2015 e 2018 foi utilizado. Os resultados mostram diferenças setoriais importantes, como as vantagens competitivas especializadas nos setores de Máquinas e Equipamentos, Indústria Química e a expansão da Indústria de Coque na mesorregião, ou seja, a diversificação do parque fabril ao longo dos anos. No entanto, os dados mostram que a Indústria de Alimentos, importante atividade para a criação de empregos, perdeu competitividade na mesorregião no comparativo ao Estado do Mato Grosso como um todo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-11-11

Como Citar

MAYARA MOURA DA SILVA, L.; DOS SANTOS FACHINELLI FERRARINI, A. Dinâmica do emprego formal na mesorregião sudeste do Mato Grosso: Uma análise setorial a partir do modelo shift-share. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 37, n. 2, 2022. DOI: 10.14393/REE-v37n2a2022-59909. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/59909. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos