Impactos econômicos e distributivos de comércio do CPTPP sobre as macrorregiões brasileiras

Autores

  • Elisangela Gelatti ESALQ/USP.
  • Daniel Arruda Coronel UFSM
  • Angelo Costa Gurgel FGV/EESP
  • Maiara Thais Tolfo Gabbi ESALQ/USP

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v37n1a2022-59500

Resumo

Este trabalho objetivou analisar os possíveis impactos econômicos e distributivos de comércio do CPTPP-Acordo Abrangente e Progressivo para a Parceria Transpacífico sobre os principais setores econômicos e sobre o bem-estar das famílias nas macrorregiões brasileiras, sob hipóteses alternativas quanto à possível integração do Brasil em tal acordo. Utilizando-se de um Modelo de Equilíbrio Geral Computável para a Economia Brasileira (PAEG), evidenciou-se que adesão do Brasil ao CPTPP converge para uma diminuição nas desigualdades do bem-estar das famílias das macrorregiões brasileiras, além de estimular as exportações brasileiras, em especial do agronegócio. Já a não participação tem efeitos nocivos à economia brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-20

Edição

Seção

Artigos