Desenvolvimento econômico no Matopiba: os arranjos produtivos locais da soja

Autores

  • Thiago J. Arruda de Oliveira Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Stefan H. Dörner Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Mirian B. Schneider Universidad de León

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v35n2a2020-57246

Resumo

O artigo identifica no Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) os arranjos produtivos locais do complexo da soja. Para isso, são utilizadas informações provenientes da Produção Agrícola Municipal, fornecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, e da Relação Anual de Informações Sociais, disponibilizada pelo Ministério da Economia. Detectam-se os agrupamentos por meio do índice de concentração normalizado, calculado para 2006 e 2017. Os resultados mostram que os arranjos produtivos locais se localizam no Oeste baiano, no alto do rio Parnaíba (divisa entre o Maranhão e Piauí) e no Tocantins (ao longo da rodovia BR-153 e da ferrovia Norte-Sul, indo do município de Colinas até a divisa com Goiás) formando um eixo de produção especializada na soja.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-09-11

Como Citar

J. ARRUDA DE OLIVEIRA , T. .; H. DÖRNER , S. .; B. SCHNEIDER , M. Desenvolvimento econômico no Matopiba: os arranjos produtivos locais da soja. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 35, n. 2, 2020. DOI: 10.14393/REE-v35n2a2020-57246. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/57246. Acesso em: 23 jul. 2024.