O fortalecimento do segmento de base química e biotecnológica do Complexo Industrial da Saúde por meio das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo

Autores

  • Alexandra Patrícia Albareda
  • Ricardo Lobato Torres

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v33n0a2019-50415

Resumo

Elaboradas com o propósito de reduzir preços, diminuir a dependência externa e estimular a produção nacional, as Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs) são uma política industrial do Ministério da Saúde voltada à transferência de tecnologia de produção de medicamentos estratégicos para laboratórios públicos. Este artigo disserta sobre o resultado inicial da política para a assistência farmacêutica e sobre a indústria farmacêutica nacional com base nas aquisições verificadas. Por meio de pesquisa documental e de dados oficiais do governo federal, constatou-se que, em 2018, quatro laboratórios públicos já haviam incorporado a produção de nove medicamentos, representando um faturamento da ordem de R$ 650 milhões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-09-05

Como Citar

ALBAREDA, A. P. .; LOBATO TORRES, R. . . O fortalecimento do segmento de base química e biotecnológica do Complexo Industrial da Saúde por meio das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 33, 2019. DOI: 10.14393/REE-v33n0a2019-50415. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/50415. Acesso em: 10 dez. 2022.