O processo histórico de formação do sistema-mundo capitalista e a sua dinâmica: uma interpretação a partir de Braudel, Marx, Arrighi e Wallerstein

Autores

  • Henrique de Abreu Grazziotin Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v34n1a2019-40899

Resumo

Este artigo tem como objetivo construir, de forma sintética, uma interpretação acerca da formação do sistema-mundo capitalista com base nos principais conceitos teóricos de Fernand Braudel, Karl Marx, Giovanni Arrighi e Immanuel Wallerstein para uma compreensão geral desse complexo fenômeno. Braudel explica a formação do capitalismo mercantil na Europa apoiado nos conceitos de vida material, economia de mercado e capitalismo, com a ascensão da sociabilidade mercantil, elemento essencial da circulação capitalista. Marx, a partir do processo de acumulação primitiva, explica como se criam as condições para a produção capitalista em que se confrontam de um lado, o capitalista, detentor dos meios de produção; e de outro, o trabalhador assalariado. Por fim, buscamos em Braudel, Arrighi e Wallerstein uma compreensão da dinâmica global do sistema-mundo no modo de produção capitalista, com sua divisão hierárquica entre centro, periferia e semiperiferia, seus ciclos sistêmicos de acumulação e suas mudanças de centro hegemônico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique de Abreu Grazziotin, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre em Economia do Desenvolvimento pelo Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGE-UFRGS) e bacharel em Economia laureado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é Analista Econômico-Financeiro no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

GRAZZIOTIN, H. de A. O processo histórico de formação do sistema-mundo capitalista e a sua dinâmica: uma interpretação a partir de Braudel, Marx, Arrighi e Wallerstein. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 34, n. 1, 2019. DOI: 10.14393/REE-v34n1a2019-40899. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/40899. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos