Fluxos passados e potencial de comércio internacional do Brasil por setores, 2000 a 2011

Autores

  • Elizama Nascimento Oliveira Campos UFF
  • Samuel Alex Coelho Campos Universidade Federal Fluminense
  • Fernanda Maria Almeida Universidade Federal de Viçosa
  • Marilia Fernandes Maciel Gomes Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v34n1a2019-38562

Resumo

Este artigo teve como objetivo analisar os determinantes do comércio internacional brasileiro por grupos de produtos (básicos, semimanufaturados e manufaturados) e verificar a ocorrência do potencial de comércio de 2000 a 2011 por meio de um modelo gravitacional com painel dinâmico. Os resultados indicaram uma
relação positiva entre a renda brasileira e a renda do país importador, e dos fluxos passados de comércio sobre comércio, havendo ainda potencial de comércio a “ser explorado” nos setores de semimanufaturados e de manufaturados. Esses resultados indicam a necessidade de políticas comerciais para que os setores de manufaturados e de semimanufaturados obtenham ganhos de produtividade e de competitividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elizama Nascimento Oliveira Campos, UFF

Doutoranda em Economia pela Universidade Federal Fluminense

Samuel Alex Coelho Campos, Universidade Federal Fluminense

Professor Adjunto do Departamento de Economia de Campos dos Goytacazes

Fernanda Maria Almeida, Universidade Federal de Viçosa

Professora Adjunta, Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Administração e Contabilidade.

Marilia Fernandes Maciel Gomes, Universidade Federal de Viçosa

Professora Titular, Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Economia Rural.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Edição

Seção

Artigos