Família, escola e desempenho dos alunos

Autores

  • Mateus Mota dos Santos UFC - Sobral
  • Francisca Zilania Mariano UFC/ Campus Sobral

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v33n1a2018-38468

Resumo

Este trabalho busca avaliar a importância dos incentivos e da participação dos pais na educação dos filhos, além de verificar o efeito-escola entre as instituições públicas e privadas no estado do Ceará sobre o desempenho dos alunos. Visando isolar os efeitos dos incentivos e da escola de outros fatores que possam afetar os resultados, utilizou-se o método de pareamento por algoritmo CEM (CoarsenedExactMatching), desenvolvido por Iacus, King e Porro (2008), o qual reduz o desequilíbrio na distribuição empírica entre tratados e controles. Os resultados mostram que a efetividade do envolvimento parental na educação dos filhos entra em declínio na passagem do ensino fundamental para o ensino médio, sugerindo mudanças nas estratégias de incentivos e de relações entre pais e filhos na fase da adolescência. Em relação ao efeito entre os dois setores de ensino, observou-se que, na proficiência de português, o efeito-escola, em benefício das privadas, diminui em níveis mais elevados de educação, enquanto, em matemática, o maior impacto foi verificado no fundamental II.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mateus Mota dos Santos, UFC - Sobral

Estudante do curso de Finanças

Francisca Zilania Mariano, UFC/ Campus Sobral

Professora Dra.UFC/Campus de Sobral

Downloads

Publicado

2019-06-04

Edição

Seção

Artigos