O papel do indivíduo na evolução institucional de Veblen

Autores

  • Ana Carolina Moura
  • Júlio Eduardo Rohenkohl
  • Solange Regina Marin

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v33n2a2019-37905

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir o papel que o indivíduo ocupa na evolução institucional de Veblen. Para isto, foi desenvolvida uma estrutura analítica com base nos trabalhos de Witt (2014), Potts (2003) e Metcalfe (1998), que apresenta as características fundamentais da Teoria Econômica Evolucionária. Essa estrutura está alicerçada na ontologia evolucionária de Dopfer e Potts (2004; 2008), o Realismo Evolucionário. Da sua aplicação na obra de Veblen constata-se que na evolução institucional o indivíduo possui um múltiplo papel, ora atuando como agente através de seus instintos e hábitos, ora sendo moldado pelo ambiente institucional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-10-17

Edição

Seção

Artigos