Integração de preços no mercado da soja nos estados do Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul

Autores

  • Juliana de Sales Silva Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Carlos Otávio de Freitas Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • João Eustáquio de Lima Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v32n1a2017-3

Resumo

O objetivo deste estudo é investigar as relações de longo prazo do preço da soja produzida no Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul, com o intuito de testar a validade da Lei do Preço Único entre esses mercados. As séries históricas representam os logaritmos naturais dos preços da soja de janeiro de 2005 a dezembro de 2015. Para determinar a relação de integração entre as variáveis, foram aplicados testes de raiz unitária de Dickey-Fuller aumentado e Phillips-Perron, co-integração de Johansen, teste de causalidade de Granger, funções impulso resposta, decomposição da variância, e testes sobre parâmetros β e α do vetor de co-integração. Testou-se ainda a hipótese de perfeita integração, com o intuito de verificar se a lei de preço único é verdadeira para esses mercados. Entre os resultados obtidos, verificou-se que variações no preço da soja no Paraná são transmitidas quase integralmente para o Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Os coeficientes de correção de erro ainda apontaram que os preços da soja se ajustam rapidamente a desequilíbrios de curto prazo nos preços nacionais desta commodity. Além disso, foi identificado mercados perfeitamente integrados, dando suporte à validação da Lei de Preço Único no mercado de soja exportada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-12

Como Citar

SILVA, J. de S.; FREITAS, C. O. de; LIMA, J. E. de. Integração de preços no mercado da soja nos estados do Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 32, n. 1, 2018. DOI: 10.14393/REE-v32n1a2017-3. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/36308. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos