Mercado de Trabalho e Meio Ambiente no Brasil entre 2007 e 2014: a caminho do emprego verde?

Autores

  • Stela Luiza de Mattos Ansanelli UNESP
  • Luiz Henrique Bispo Santos Unesp

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v31n1a2016-9

Resumo

Neste artigo busca-se, por meio de uma análise empírica da evolução do número de empregos formais de 2007 a 2014, investigar as relações entre meio ambiente e mercado de trabalho, avaliando em quais setores se concentraram as contratações no Brasil e objetivando identificar o nível de qualificação e geração de renda. As atividades cujos impactos ambientais são negativos ainda são a maior fonte geradora de empregos, mas há um potencial de crescimento em atividades voltadas à preservação ambiental. Os empregos verdes são melhores, pois empregam mão de obra com maior nível de escolarização, mas não têm recebido os melhores rendimentos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-06-01

Edição

Seção

Artigos