Cotas e Desempenho na Universidade Federal da Bahia: uma análise dos ingressantes de 2010 a 2012

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v31n1a2016-10

Resumo

A discussão acerca do impacto das ações afirmativas sobre o desempenho acadêmico dos alunos no ensino superior tem recebido cada vez mais atenção na literatura, principalmente quando considerados os problemas na formação básica de boa parte desses estudantes. O objetivo deste trabalho é verificar se existe diferencial de desempenho acadêmico entre os estudantes da UFBA que ingressaram nos anos 2010, 2011 e 2012, por categoria de ingresso e área de conhecimento. Aplicou-se o método dos Mínimos Quadrados Ordinários para estimar o impacto de ser cotista sobre o coeficiente de rendimento em comparação aos estudantes não cotistas. Os resultados indicam diferenciais a favor dos estudantes não cotistas em quase todas as áreas de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Malbouisson, UFBA

Professora Adjunto do Departamento de Economia

Área: Economia do Trabalho, Economia da Educação, Avaliação de Políticas Públicas, Microeconomia

Downloads

Publicado

2017-06-01

Como Citar

DOS SANTOS, J. L.; MALBOUISSON, C.; DA SILVA, V. F.; CAVALCANTI, I. Cotas e Desempenho na Universidade Federal da Bahia: uma análise dos ingressantes de 2010 a 2012. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 31, n. 1, 2017. DOI: 10.14393/REE-v31n1a2016-10. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/33166. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos