As Novas Formas de Cooperação na Agricultura Familiar Brasileira

Autores

  • Flávio Sacco dos Anjos
  • Eduardo Moyano Estrada

Resumo

Nesse artigo seus autores analisam os Condomínios Agrários como uma forma associativa adaptada às características da agricultura familiar no Estado de Santa Catarina. Em primeiro lugar, abordam o processo de modernização da agricultura, relativo aos anos 1960 e 1970, sob o impulso dos governos militares, prestando especial atenção ao efeito seletivo e excludente desencadeado sobre os pequenos agricultores. No marco deste mesmo processo, estudam, em segundo lugar, o desenvolvimento do cooperativismo, mostrando a consolidação de um modelo de "macrooperativas" que reflete os interesses e características da agricultura modernizada e orientada à exportação. Na terceira seção analisam o contexto da gênese e desenvolvimento dos condomínios agrários como forma alternativa ao modelo de megacooperativas, situando-lhes no contexto da agricultura de Santa Catarina. Finalmente, os autores refletem sobre este modelo de associativismo adaptado às características das pequenas explorações, relacionando-o com as hipóteses propostas por Chyanov a respeito da agricultura familiar e do campesinato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-04-03