Diplomacia econômica da China na África: o petróleo de Angola

Autores

  • Mariana Sandoval de Oliveira Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Ana Tereza Marra
  • Jaqueline Kosilek de Paiva

Resumo

A presença da China na Ãfrica é muito intensa e cresce continuamente. O trabalho analisa um dos casos mais expressivos, o relacionamento econômico bilateral com Angola, baseado fortemente na troca de petróleo por infraestrutura e projetos diversos que visam reconstruir e desenvolver o país africano, afetado até poucos anos atrás por uma guerra civil devastadora. As relações sino-angolanas serão descritas desde seu início, com as primeiras reuniões e comitês bilaterais, destacando os acordos em relação ao petróleo e os investimentos diretos da China no país. O trabalho define as relações sino-angolanas como um caso de diplomacia econômica e procura caracterizar a atuação dos principais atores envolvidos dos dois lados. A análise permite avançar na compreensão das perspectivas abertas para as relações entre os dois países e para as relações entre a China e países com forte dotação de recursos naturais, em especial petróleo, minérios e alimentos na Ãfrica, nas quais a chamada diplomacia do petróleo continuará sendo um ponto central.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Sandoval de Oliveira, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Departamento de Economia

Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Departamento de Economia

Downloads

Publicado

2013-04-05

Como Citar

DE OLIVEIRA, M. S.; DE CARVALHO, C. E. F.; MARRA, A. T.; DE PAIVA, J. K. Diplomacia econômica da China na África: o petróleo de Angola. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 26, n. 2, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/17907. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos