FORMAÇÃO ECONÔMICA DO RIO GRANDE DO SUL: o surgimento do empresário schumpeteriano gaúcho

Autores

  • Ana Costa Universidade Federal do Pampa

Resumo

Os estudos sobre a origem do empresário no Brasil tendem a igualar os processos das demais regiões ao modo como este ocorreu em São Paulo. Entretanto, o contexto institucional presente nas demais regiões denota particularidades fundamentais ao entendimento da gênese do "espírito capitalista" nacional. O empresário gaúcho advém do processo de imigração alemã, majoritariamente com capitalização oriunda da atividade comercial. São instituições importantes a incorporação dos ideais positivistas e do federalismo, que possibilitaram uma maior participação na política e na economia do setor industrial frente a atividade econômica tradicional, e a busca de superação de situações adversas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Costa, Universidade Federal do Pampa

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2004), mestrado em Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006) e doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Campus Santana do Livramento. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia do Desenvolvimento, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento humano (rural e urbano); economia e meio ambiente; economia gaúcha; economia institucional.

Downloads

Publicado

2013-04-04

Como Citar

COSTA, A. FORMAÇÃO ECONÔMICA DO RIO GRANDE DO SUL: o surgimento do empresário schumpeteriano gaúcho. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 26, n. 1, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/17716. Acesso em: 3 jun. 2023.

Edição

Seção

Artigos