A DÍVIDA PÚBLICA SOB A ÓTICA DA ECONOMIA CLÁSSICA: ANÁLISE CRÍTICA A PARTIR DE MARX

Autores

  • José Raimundo Trindade Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em Economia.

Resumo

Este artigo desenvolve a crítica teórica à noção de Dívida Pública presente na chamada Escola Clássica da Economia Política, especificamente em seus dois principais representantes: Smith e Ricardo, com o objetivo de estabelecer elementos que fundamentem a análise teórica marxista sobre o endividamento estatal. Para isso seguiremos a seguinte ordem expositiva: desenvolve-se seguidamente à análise em Smith e Ricardo, após contrapomos, brevemente, Ricardo e Malthus, focalizando a compreensão que detinham sobre o fenômeno da dívida pública e o financiamento dos gastos estatais a partir de suas específicas teorias de desenvolvimento do capitalismo. Ao longo dos três capítulos expositivos evidencia-se o entendimento crítico de Marx a partir, principalmente, das "Teorias da Mais-valia" (Marx, 1985).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Raimundo Trindade, Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em Economia.

Dr. em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Federal do Paraná e Professor Adjunto III do Programa de pós-graduação em Economia da Universidade Federal do Pará.

Downloads

Publicado

2013-04-05

Edição

Seção

Artigos