Formação docente humanizadora

registros de um projeto de extensão à luz do pensamento freireano

Autores

  • Evandro de Godoi Federal de Educação Ciência e Tecnologia Farroupilha https://orcid.org/0000-0003-0694-8700
  • Leonardo Matheus Pagani Benvenutti Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Farroupilha

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v20n22021-62843

Palavras-chave:

Indissociabilidade, Formação de professores, Paulo Freire

Resumo

Realizar uma reflexão sobre a formação docente inspirada em ideais freireanos de educação, por meio de registros do projeto de extensão “Construindo itinerários mediatizados pelas ideias de Paulo Freire: EEEF 29 de Outubro e IF Farroupilha” é o tema central deste texto. Para tanto, lançamos mão de uma parceria entre o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Campus Santo Augusto, e a Escola Estadual de Educação Fundamental 29 de Outubro. Posteriormente são analisados os três módulos do projeto que consistiram na análise histórica das instituições, leituras de obras referentes ao pensamento freireano e, por fim, de leituras de Paulo Freire. Na sequência, são apontados caminhos à formação docente crítica, coerente com a concepção por nós defendida: a de construção de espaços formativos que dialoguem com a realidade do trabalho pedagógico. É trabalhada a relação indissociável entre pesquisa, ensino e extensão presentes como políticas públicas, mas, além disso, como compromisso de responsabilidade e ética com os sujeitos do ato educativo, indicada através da formação inicial e continuada dos participantes do projeto, que, ao exemplo do legado freireano, aprendem ao ensinar e ensinam ao aprender, contextualizando, criticando, superando a si enquanto profissionais da educação, sobretudo, cidadãos sujeitos de suas histórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro de Godoi, Federal de Educação Ciência e Tecnologia Farroupilha

Mestrando em Educação na Universidade Federal de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil; técnico administrativo em Educação no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Farroupilha, Rio Grande do Sul, Brasil.

Leonardo Matheus Pagani Benvenutti, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Farroupilha

Mestrando em Educação no Instituto Politécnico do Porto, Portugal; técnico de tecnologia da informação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Farroupilha, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

BONAMIGO, C. A. Pedagogias que brotam da terra: um estudo sobre práticas educativas do campo. 2007. 219 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/. Acesso em: 12 dez. 2020.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1998.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 1008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 12 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Anexo I. Projeto de longa duração. Construindo itinerários mediatizados pelas ideias de Paulo Freire: EEEF 29 de Outubro e IF Farroupilha – PIIEX Farroupilha 2015. Instituto Federal Farroupilha, 2015. Disponível em: http://www.iffarroupilha.edu.br/. Acesso em: 12 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Edital nº 413/2014. Seleção de Projetos de Extensão do Instituto Federal Farroupilha – PIIEX Farroupilha 2015. Instituto Federal Farroupilha, 2014a. Disponível em: http://www.sa.iffarroupilha.edu.br/. Acesso em: 20 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. (2014b). Plano de Desenvolvimento Institucional 2014-2018 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha. Instituto Federal Farroupilha, 2014b. Disponível em: http://www.sa.iffarroupilha.edu.br/. Acesso em: 20 dez. 2020.

CAMINI, I. Cartas pedagógicas: aprendizados que se entrecruzam e se comunicam. São Paulo: Outras Expressões, 2012.

DEMO, P. Educação e qualidade. Campinas: Papirus, 1994.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 54. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013a.

FREIRE, P. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho d’água, 1997.

FREIRE, P. Cartas a Cristina: reflexões sobre minha vida e minha práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013b.

FREIRE, A. M. A. (org.). A pedagogia da libertação em Paulo Freire. São Paulo: EdUnesp, 2001.

GATTI, B; BARRETO, E; ANDRÉ, M. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

SCOCUGLIA, A. C. A história de ideias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. 5. ed. João Pessoa: EdUFPB, 2006.

Downloads

Publicado

2022-01-18

Como Citar

GODOI, E. de; BENVENUTTI, L. M. P. Formação docente humanizadora: registros de um projeto de extensão à luz do pensamento freireano. Revista Em Extensão, Uberlândia, MG, v. 20, n. 2, p. 111–122, 2022. DOI: 10.14393/REE-v20n22021-62843. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/62843. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência