Educação do campo e a necessária superação da dualidade rural e urbana

Autores

  • Antônio Cláudio Moreira Costa Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-2020-54375

Palavras-chave:

Educação do campo, Movimentos sociais, Formação de professores, Rural e urbano

Resumo

Neste texto, busco apresentar alguns elementos para discutirmos a educação do campo na perspectiva de fortalecer a resistência contra a lógica capitalista que, baseada num equivocado entendimento de desenvolvimento, tenta anular as manifestações culturais, políticas, tecnológicas, ambientais e educativas existentes nos territórios camponeses. A motivação deste trabalho parte da constatação de que a educação destinada aos povos do campo, apesar das políticas públicas existentes, continua sendo marginalizada e negligenciada pela maioria dos governos estaduais e municipais. As reflexões desenvolvidas tiveram como aporte metodológico a pesquisa bibliográfica e as análises de experiências desenvolvidas pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Comunicação (GEPECC), da Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Cláudio Moreira Costa, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São Paulo, Brasil; professor associado da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil;  líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Comunicação (GEPECC/FACED/UFU).

Referências

GHEDIN, E. (org.) Educação do campo: epistemologia e práticas. São Paulo: Cortez, 2012.

INEP. Sinopse Estatística da Educação Básica 2018. Brasília: Inep, 2019. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/sinopse-estatistica-da-educacao-basica. Acesso em: 2 fev. 2019.

MACHADO, L. M.; OLIVEIRA, R. P. Direito à educação e legislação de ensino. In: WITTMANN, C.; GRACINDO, R. V. (org.). O estado da arte em

política e gestão de educação no Brasil – 1991-1997. Brasília:

ANPAE; Campinas: Autores Associados, 2001.

MARCUZZO, J. L.; RAMOS, M. P. A definição de rural e urbano e o desenvolvimento regional: uma avaliação de diferentes metodologias de classificação. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 2., 2004, Santa Cruz do Sul. Anais [...]. Disponível em: https://www.unisc.br/site/sidr/2004/urbano/01.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

ORSO, P. J. Por uma educação para além do capital e por uma educação para além da escola. In: ORSO, J. P.; GONÇALVES, S. R.; MATTOS, V. M. (org.). Educação, Estado e contradições sociais. São Paulo: Outras Expressões, 2011. p. 225-246.

VEIGA, J. E. O Brasil rural ainda não encontrou seu eixo de desenvolvimento. Revista Estudos Avançados, Brasília, v. 15, n. 43, p. 101-119, set.-dez. 2001. Doi: 10.1590/S0103-40142001000300010.

Downloads

Publicado

2020-05-01

Como Citar

COSTA, A. C. M. Educação do campo e a necessária superação da dualidade rural e urbana. Revista Em Extensão, [S. l.], p. 92–102, 2020. DOI: 10.14393/REE-2020-54375. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/54375. Acesso em: 22 maio. 2022.