Reforma agrária em questão (Banco de Dados da Luta pela Terra – DATALUTA)

Autores

  • João Cleps Junior Universidade Federal de Uberlândia
  • Fabiana Borges Victor Universidade Federal de Uberlândia
  • Cairo Roberto Boaventura Júnior Universidade Federal de Uberlândia
  • Karen Regina Silva Costa Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-2020-54374

Palavras-chave:

Roda de conversa, Questão agrária, Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária (JURA), Banco de Dados da Luta pela Terra (DATALUTA)

Resumo

Este relato apresenta as experiências resultantes da proposição e do desenvolvimento de uma roda de conversa sobre a realidade agrária brasileira na perspectiva do Banco de Dados da Luta pela Terra (DATALUTA). A intervenção integrou a V Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária, realizada na Universidade Federal de Uberlândia em maio de 2019, e se configurou como um importante instrumento metodológico em que foram expostos os conhecimentos em um momento de construção coletiva de reflexões a partir das vivências e saberes dos participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Cleps Junior, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus Rio Claro, São Paulo, Brasil; professor titular do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil; coordenador do Laboratório de Geografia Agrária (LAGEA) e do Núcleo de Estudos Agrários e Territoriais (NEAT); membro pesquisador do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária (NERA-Unesp) e da Rede de Pesquisa DATALUTA.

Fabiana Borges Victor, Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil;  pesquisadora do Núcleo de Estudos Agrários e Territoriais (NEAT); colaboradora do Projeto Banco de Dados da Luta pela Terra (DATALUTA); professora de Geografia na rede estadual de educação em Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Cairo Roberto Boaventura Júnior, Universidade Federal de Uberlândia

Graduando em Geografia na Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil; membro bolsista CNPq do Laboratório de Geografia Agrária (LAGEA).

Karen Regina Silva Costa, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Geografia na Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil;  bolsista no projeto de extensão “Plantando liberdade para além das grades: um projeto de hortas e jardins para mulheres encarceradas”.

Referências

BRASIL. Constituição de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

CHAYANOV, A. V. La organización de la unidad económica campesina. Buenos Aires: Nueva Visión, 1974.

CLEPS JÚNIOR, J. As ações de movimentos sociais no campo em 2010. In: CANUTO, A.; LUZ, C. R. S.; WICHINIESKI, I. (org.). Conflitos no Campo Brasil 2010. Goiânia: CPT, 2011. p. 136-143.

CLEPS JÚNIOR, J. Questão agrária, estado e territórios em disputa: os enfoques sobre o agronegócio e a natureza dos conflitos no campo brasileiro. In: SAQUET, M. A; SANTOS, R. A. dos (org.). Geografia agrária, território e desenvolvimento. São Paulo: Expressão Popular, 2010. p. 35-54.

DATALUTA. Relatório Brasil 2017. Presidente Prudente: NERA-UNESP, 2018. Disponível em: http://www2.fct.unesp.br/nera/relatoriosbr.php. Acesso em: 15 fev. 2019.

DATALUTA. Relatório Minas Gerais 2017. Uberlândia: LAGEA-UFU, 2018. Disponível em http://www.lagea.ig.ufu.br/relatoriosdatalutaminas.html. Acesso em 15 fev. 2019.

FELÍCIO, M. J. contribuição ao debate paradigmático da questão agrária e do capitalismo agrário. 2011. 214 f. (Doutorado em Geografia) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2011.

FERNANDES, B. M. Questão agrária: conflitualidade e desenvolvimento territorial. In: BUAINAIN, A. M. (org.). Luta pela terra, reforma agrária e gestão de conflitos no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.

KAUTSKY, K. A questão agrária. Tradução de C. Iperoig. São Paulo: Proposta Editorial, 1980.

MOURA, D. J.; VICTOR, F. B.; CLEPS JÚNIOR, J. Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária: Massacre de Felisburgo, Minas Gerais. Boletim Dataluta, Presidente Prudente, n. 90, jun. 2015.

MST. Universitários de todo país participam da Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária. Disponível em: http://www.mst.org.br/2018/04/18/universitarios-de-todo-pais-participam-da-jornada-universitaria-em-defesa-da-reforma-agraria.html. Acesso em: 20 out. 2019.

OLIVEIRA, A. U. Modo de produção capitalista, agricultura e Reforma Agrária. São Paulo: Labur Edições, 2007. Disponível em: http://www.fflch.usp.br/dg/gesp. Acesso em: 19 jan. 2020.

PORTO-GONÇALVES, C. W. A geografia da riqueza, fome e meio ambiente. In: OLIVEIRA, A. U.; MARQUES, M. I. (org.). O campo no século XXI. São Paulo: Casa Amarela; Paz e Terra, 2004. p. 207-253.

RAFFESTIN, C. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

SAUER, S. Terra e modernidade: a reinvenção do campo brasileiro. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

Downloads

Publicado

01-05-2020

Como Citar

CLEPS JUNIOR, J.; VICTOR, F. B. .; BOAVENTURA JÚNIOR, C. R. .; COSTA, K. R. S. Reforma agrária em questão (Banco de Dados da Luta pela Terra – DATALUTA). Revista Em Extensão, Uberlândia, p. 79–91, 2020. DOI: 10.14393/REE-2020-54374. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/54374. Acesso em: 20 maio. 2024.