Relato da trajetória de 10 anos de atividades da Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI/UNESP-Sorocaba)

Autores

  • Márcio Alexandre Marques Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Caique Mello Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Amanda Cristiane Diniz Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Augusto Voltaire do Nascimento Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v19n12020-53227

Palavras-chave:

Envelhecimento humano, Educação, Idosos, Cidadania

Resumo

A população mundial vem aumentando anualmente e as projeções indicam que, em 2047, o número de idosos acima de 60 anos de idade ultrapassará o de crianças. Considerando que o envelhecimento é um processo natural do ser humano, a Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI) visa promover a inclusão social dos idosos no ambiente universitário, compartilhando conhecimentos e experiências das diferentes gerações. Assim, o objetivo deste trabalho é relatar as ações que vem sendo desenvolvidas, bem como o evento comemorativo dos seus 10 anos. O Projeto oferece atividades aos idosos para melhorar a qualidade de vida, criando um espaço de acolhimento e estabelecendo novos vínculos de amizades. As atividades são diversificadas, gratuitas, presenciais e divididas entre cursos, palestras e oficinas. Para o evento comemorativo, podemos citar algumas atividades que foram organizadas, como palestras, oficinas e espaço saúde. A participação de cerca de 2.130 idosos e 34 bolsistas em 108 atividades demonstra o sucesso com que o projeto vem sendo desenvolvido, o que contribui para causar transformações pessoais nesses idosos, retardando processos degenerativos da mente e doenças associadas ao envelhecimento. Tudo isso colabora para o aumento da sua expectativa de vida, autoconfiança e vitalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Alexandre Marques, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutor em Física Aplicada-Computacional pela Universidade de São Paulo, Campus de São Carlos, Brasil; professor assistente doutor do Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Sorocaba, São Paulo, Brasil; coordenador do Núcleo Local da Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI/UNESP-Sorocaba).

Caique Mello, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Graduando em Engenharia de Controle e Automação no Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Sorocaba, São Paulo, Brasil.

Amanda Cristiane Diniz, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Especialista em Novas Tecnologias do Ensino da Matemática pela Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil; servidora técnica administrativa na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Sorocaba, São Paulo, Brasil.

Augusto Voltaire do Nascimento, Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo

Residência em Nefrologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (IAMSPE), São Paulo, Brasil; médico assistente e preceptor de ensino do Serviço de Pneumologia da mesma instituição.

Referências

ALVES, T. S. et al. Relato de experiências educativas em saúde bucal para idosos institucionalizados. Revista Brasileira de Extensão Universitária, Chapecó, v. 8, n. 3, p. 167-174, 2017. Doi: 10.24317/2358-0399.2017v8i3.5235.

ARVELOS, E. S. et al. Projeto “Faça Um Idoso Feliz”: promoção de atividades de lazer a idosos institucionalizados. Em Extensão, Uberlândia, v. 10, n. 1, p. 139-145, jan./jun. 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Atenção à saúde da pessoa idosa e envelhecimento. Brasília: MS/SAS, 2010.

FORPROEX – FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS. Extensão Universitária: organização e sistematização. Belo Horizonte: Coopmed, 2007.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Em 2030, cerca de 40% da população brasileira deverá ter entre 30 e 60 anos. Rio de Janeiro: IBGE, 2004. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/12757-asi-em-2030-cerca-de-40-da-populacao-brasileira-devera-ter-entre-30-e-60-anos. Acesso em: 25 jan. 2020.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Participação dos idosos na população será quase igual à dos jovens em 2030. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Disponível em: http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias.html?view=noticia&id=1&idnoticia=1507&busca=1&t=2008-esperanca-vida-brasileiros-chega-72-86-anos. Acesso em: 28 jan. 2020.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. População brasileira deve chegar ao máximo (228,4 milhões) em 2042. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/14462-asi-populacao-brasileira-deve-chegar-ao-maximo-2284-milhoes-em-2042. Acesso em: 1º fev. 2020.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Projeção da população 2018: número de habitantes do país deve parar de crescer em 2047. Rio de Janeiro: IBGE, 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/21837-projecao-da-populacao-2018-numero-de-habitantes-do-pais-deve-parar-de-crescer-em-2047. Acesso em: 25 jan. 2020.

MARQUES, M. A. et al. Contribuição para melhorar a qualidade de vida dos idosos através das atividades oferecidas na UNATI – Universidade Aberta à Terceira Idade – UNESP/Sorocaba. In: CONGRESSO PAULISTA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA – COPEX, 3.; CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UFABC – CONEXÃO, 1., 2015, Santo André. Anais [...]. Santo André: UFABC, 2015b.

MARQUES, M. A. et al. Promoção da melhoria da qualidade de vida dos idosos através do projeto de extensão UNATI – Universidade Aberta à Terceira Idade – UNESP/Sorocaba, Brasil. In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE EXTENSIÓN UNIVERSITARIA, 13., 2015, Havana. Anais [...]. Havana: Ministerio de Educación Superior de la República de Cuba, 2015a.

NUNES, A. L. P. F.; SILVA, M. B. C. A extensão universitária no ensino superior e a sociedade. Mal-Estar e Sociedade, Barbacena, Ano 6, n. 7, p. 119-133, 2011. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/d997/c9b1aab8a293d0cda8f169178ed61823a7ea.pdf. Acesso em: 15 jan. 2020.

OLIVEIRA, A. et al. Odontologia itinerante na extensão universitária: FURBMóvel – promovendo saúde bucal e cidadania. Revista Brasileira de Extensão Universitária, Chapecó, v. 7, n. 1, p. 37-42, 2016. Doi: 10.36661/2358-0399.2016v7i1.3085.

OLIVEIRA, F. A. et al. Educação em saúde e a construção mútua das práticas: aplicação em um centro de convivência para idosos. Revista Brasileira de Extensão Universitária, Chapecó, v. 8, n. 2, p. 75-82, 2017. Doi: 10.24317/2358-0399.2017v8i2.4991.

OMS – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Tradução de Suzana Gontijo. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2005.

UNESP/PROEX – UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA/PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Guia da extensão universitária da UNESP/Universidade Estadual Paulista. 2. ed. São Paulo: UNESP, 2007. Disponível em: https://www2.unesp.br/portal#!/proex/acoes-da-extensao/publicacoes/publicacoes-digitais/. Acesso em: 20 abr. 2020.

UNESP/PROEX – UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA/PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Guia prático de direitos da pessoa idosa. São Paulo: UNESP/PROEX, 2013. Disponível em: https://www2.unesp.br/portal#!/proex/acoes-da-extensao/publicacoes/publicacoes-digitais/. Acesso em: 20 abr. 2020.

UNITED NATIONS. Department of Economic and Social Affairs. Population Division. World Population Ageing 2013. Disponível em: https://www.un.org/en/development/desa/population/publications/ageing/WorldPopulationAgeing2013.asp. Acesso em: 15 fev. 2020.

Downloads

Publicado

2020-06-05

Como Citar

MARQUES, M. A.; MELLO, C.; DINIZ, A. C.; NASCIMENTO, A. V. do. Relato da trajetória de 10 anos de atividades da Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI/UNESP-Sorocaba). Revista Em Extensão, Uberlândia, MG, v. 19, n. 1, p. 119–135, 2020. DOI: 10.14393/REE-v19n12020-53227. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/53227. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência