DNA no túnel do tempo

um relato de atividade extensionista para o ensino de biologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v16n12017_rel06

Palavras-chave:

Biologia, Ensino Médio, Elucidação do DNA

Resumo

O presente texto relata a experiência do projeto de extensão intitulado "DNA no túnel do tempo". O projeto foi desenvolvido com alunos do 3º ano do ensino médio de uma escola da rede pública do município de Coari, Amazonas, com o objetivo de proporcionar conhecimentos a respeito do contexto histórico da elucidação do DNA a alunos e professores de biologia. A intervenção foi realizada em duas etapas e constou de levantamento bibliográfico, planejamento e confecção dos materiais com viés lúdico, mostrando a contribuição de cada pesquisador, uma gincana como instrumento para contribuir na aprendizagem de biologia e a execução das atividades com alunos e professores. As ações do projeto contribuíram para o planejamento de práticas pedagógicas dinâmicas, o que atendeu às necessidades e aos interesses dos alunos envolvidos; o enriquecimento de conhecimento sobre a temática abordada por parte dos alunos do ensino médio, capacitando-os com assuntos de biologia que permeiam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e de outros processos seletivos de ingresso ao ensino superior; o ensino e a aprendizagem das disciplinas biológicas da grade curricular dos calouros universitários dos cursos do Instituto de Saúde e Biotecnologia da Universidade Federal do Amazonas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elison de Souza Sevalho, Universidade Cândido Mendes

Especialista em Tutoria em Educação a Distância e em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil.

Referências

ACEVEDO-DÍAZ, J. A.; GARCÍA-CARMONA, A. Rosalind Franklin y la estructura molecular del ADN: un caso de historia de la ciencia para aprender sobre la naturaleza de la ciencia. Revista Científica, Bogotá, v. 2, n. 25, p. 162-175, 2016.

ANDRADE, M. A. B. S.; CALDEIRA, A. M. A. O modelo de DNA e a biologia molecular: inserção histórica para o ensino de biologia. Filosofia e História da Biologia, São Paulo, v. 4, p. 139-166, 2009. Disponível em: http://www.abfhib.org/FHB/FHB-04/FHB-v04-05-Mariana-Andrade-Ana-Maria-Caldeira.pdf. Acesso em: 20 set. 2016.

ANDRADE, M. L. F.; MASSABNI, V. G. O desenvolvimento de atividades práticas na escola: um desafio para os professores de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 17, n. 4, p. 835-854, 2011. doi: 10.1590/S1516- 73132011000400005.

BARBOSA, V. C. Extensão universitária: proposição e validação de um instrumento de avaliação da percepção dos discentes. 2012. 131 f. Dissertação (Mestrado em Administração), Fundação Mineira de Educação e Cultura, Belo Horizonte, 2012.

CASTRO, D. F.; TREDEZINI, A. L. M. A importância do jogo/ lúdico no processo de ensino-aprendizagem. Revista Perquirere, Patos de Minas, v. 11, n. 1, p. 166-181, 2014. Disponível em: http://perquirere.unipam.edu.br/documents/23456/422843/A+++import%C3%A2ncia+do+jogo-l%C3%BAdico+no+processo+de+ensino-aprendizagem.pdf. Acesso em: 25 set. 2016.

CHADAREVIAN, S. Portrait of a discovery: Watson, Crick, and the double helix. Isis, Chicago, v. 94, n. 1, p. 90-105, March 2003. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/10.1086/376100?origin=JSTOR-pdf&seq=1#page_scan_tab_contents . Acesso em: 20 ago. 2016.

COELHO, G. C. O papel pedagógico da extensão universitária. Em Extensão, Uberlândia, v. 13, n. 2, p. 11-24, 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/26682. Acesso em: 16 set. 2016.

DAHM, R. Friedrich Miescher and the discovery of DNA. Developmental Biology, Bethesda, v. 278, n. 2, p. 274-288, 2005. doi: 10.1016/j.ydbio.2004.11.028.

______. Discovering DNA: Friedrich Miescher and the early years of nucleic acid research. Human Genetics, Chicago, v. 122, n. 6, p. 565-581, 2008. doi: 10.1007/s00439- 007-0433-0.

DUARTE, J. S. As contribuições da extensão universitária para o processo de aprendizagem, prática de cidadania e exercício profissional. 2014. 102 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014.

FERREIRA, M. J.; ANDRADE, M. A. B. S. Dupla-Hélice: a construção de um conhecimento. Polyphonía, Goiânia, v. 25, n. 2, 2014. doi: 10.5216/ rp.v25i2.38155.

JANN, P. N.; LEITE, M. F. Jogo do DNA: um instrumento pedagógico para o ensino de ciências e biologia. Ciências & Cognição, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 282-293, 2010. Diponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/192. Acesso em: 25 nov. 2016.

OLIVEIRA, T. H. G.; SANTOS, N. F.; BELTRAMINI, L. M. O DNA: uma sinopse histórica. Journal of Biochemistry Education, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 1-16, 2004. Disponível em: http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/about/contact. Acesso em: 25 nov. 2016. doi: https://doi.org/10.16923/reb.v2i1.13.

OLIVEIRA, V. D. R. B. As dificuldades da contextualização pela história da ciência no ensino de biologia: o episódio da dupla hélice do DNA. 2009. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática), Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2009.

ORTIZ, E. História da ciência no ensino de biologia: virtudes e dificuldades da contextualização histórica do episódio da dupla hélice do DNA. 2015. 134 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática), Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2015.

ORTIZ, E.; SILVA. M. R. O uso de abordagens da história da ciência no ensino de biologia: uma proposta para trabalhar a participação da cientista Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice do DNA. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 106-123, abr. 2016.

ROSITO, B. A. O ensino de ciências e a experimentação. In: MORAES, R. Construtivismo e Ensino de Ciências: reflexões epistemológicas e metodológicas. 2. ed. Porto Alegre: Editora da PUCRS, 2003. p. 195-208.

RESENDE, K. F. M. et al. Estratégia de extensão universitária visando a identificação de novos talentos para a genética. Revista Extendere, Natal, v. 2, n. 1, p. 202-212, jan.-jun. 2014. Disponível em: http://periodicos.uern.br/index.php/extendere/article/viewFile/1269/724. Acesso em: 25 nov. 2016.

SALZANO, F. M. Saúde pública no primeiro e terceiro mundos: desafios e perspectivas. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 7-16, 2002. doi: 10.1590/S1413-81232002000100002.

SILVA, J. M. A. et al. Quiz de genética e biologia molecular: a experiência discente e docente no desenvolvimento de um material didático. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 4, n. 11, p. 65-68, dez. 2009. Disponível em: http://web.unifoa.edu.br/cadernos/edicao/11/65.pdf. Acesso em: 20 nov. 2016.

SILVA, M. R. As controvérsias a respeito da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice. Scientiae Studia, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 69-92, jan-mar. 2010. doi: 10.1590/S1678-31662010000100004.

SILVA, M. R.; PASSOS, M. M.; BOAS, A. V. A história da dupla hélice do DNA nos livros didáticos: suas potencialidades e uma proposta de diálogo. Ciencia & Educação, Bauru, v. 19, n. 3, p. 599-616, 2013. doi: 10.1590/S1516-73132013000300007.

VOLKOV, R. A.; RUDENKO, S. S. War and world of Erwin Chargaff (Dedicated to 110th anniversary of birth). Cytology and Genetics, Chernivtsi, v. 50, n. 1, p. 72-78, January 2016. doi: 10.3103/S0095452716010102.

Downloads

Publicado

2017-08-22

Como Citar

SEVALHO, E. de S. . DNA no túnel do tempo: um relato de atividade extensionista para o ensino de biologia. Revista Em Extensão, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 150–166, 2017. DOI: 10.14393/REE-v16n12017_rel06. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/37456. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência